Home / Cursos sobre Wordpress /

25 Excelentes razões para usar WordPress na sua empresa

25 Excelentes razões para usar WordPress na sua empresa

 

Usar ou não usar WordPress é uma escolha que pode determinar, logo à partida, o potencial do seu negócio na Internet. A plataforma lançada em 2003 ultrapassou em larga escala as fronteiras da blogosfera e é hoje utilizada não só por bloggers, como por empresas, jornais e sites de comércio eletrónico.

O sucesso é explicado pela versatilidade e por um conjunto amplo de argumentos que, segundo muitos especialistas, fazem deste Sistema de Gestão de Conteúdos o melhor do mercado. Os números não deixam margem para dúvidas e a verdade é que usar WordPress faz parte do dia-a-dia de cerca de 75 milhões de empresas que já adotaram esta ferramenta.

Se está farto de lutar contra o software ou se quer criar um website e não sabe qual o melhor CMS para si, este é sem dúvida o artigo indicado para si. Ao longo de uma lista com 25 tópicos, exploramos várias razões que certamente o convencerão a usar WordPress.

Migre o seu site, melhore a sua empresa e opte pela plataforma que mais facilmente o ajudará a concretizar os objetivos. Passemos agora da teoria à pratica, e vejamos as razões que fazem do WordPress uma excelente opção a sua empresa.

Confira também a nossa análise ao Template WP Profit Builder que recomendamos e analisamos neste post em Como o WP Profit Builder Mudou Para Melhor os Meus Negócios Online

LER REVIEW WP PROFIT BUILDER 2.0 COMPLETA

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O NOVO WP PROFIT BUILDER 2.0

Porquê usar WordPress?

1 – É um plataforma de sites grátis

Se depois de ler todos os argumentos que em seguida lhe damos, e ainda não estiver convencido, lembre-se de voltar ao início da lista. Porquê?  Porque o WordPress é completamente grátis. Basta fazer uma conta para que possa começar a explorar a plataforma.

Se depois se decidir que realmente a quer utilizar, existem opções e recursos pagos, mas uma primeira fase não terá sequer de os comprar. A plataforma é open-source, o que significa que que o código pode ser facilmente alterado ou melhorado para corresponder a todas as necessidades.

Por se grátis, o WordPress é também uma excelente opção para todos aqueles que estão prestes a lançar uma pequena empresa, aqueles que não sabem como criar blog ou os que procuram obter um rendimento extra ao fim do mês.

2 – Instalação fácil

Ao contrário de outros Sistemas de Gestão de Conteúdo, o WordPress fica pronto a usar mal é instalado. Se não percebe muito de Internet ou se tem medo de configurações demasiado complicadas, esteja descansado.

Embora haja sempre a possibilidade para alterar ou melhorar qualquer definição, a verdade é que as configurações básicas que vêm de raíz são mais do que suficientes para que consiga um site funcional, pronto a ser utilizado.

3 – Versatilidade

O ponto já foi tocado, mas merece uma atenção especial. Há muito que usar WordPress deixou de ser algo quase exclusivo dos bloggers. O código open-source, a possibilidade instalar plugins e templates, assim como a larga margem para dar azo à criatividade fazem com que esta plataforma seja surpreendentemente versátil.

A afirmação é suportada pelo facto de, nos dias que correm, muitos dos websites que consulta serem feitos a partir desta ferramenta sem que sequer o desconfie.  Ora veja, por exemplo, o website do Observador, um ciberjornal português. Diria que é WordPress?

4 – Otimização do Motor de Busca

O Google gosta do WordPress. Quem o diz não somos nós, mas Matt Cutts, o especialista em Search Engine Optimization (SEO) da Google, que durante uma conferência em São Francisco, afirmou que a plataforma é uma excelente escolha para todos aqueles que querem criar um site.

Mas, porquê? Porque, por si, só Framework do WordPress é facilmente rastreável pelo Googlebot. Além disso, a ferramenta resolve logo à partida uma série de problemas de SEO, servindo como uma excelente base mesmo para aqueles que não possuem quaisquer conhecimentos das técnicas de otimização dos motores de busca. Ora veja, o vídeo.

5 – Customização

Tirando a versão básica e não trabalhada, os websites WordPress raramente são iguais. Isto deve-se essencialmente ao alto nível de customização permitido pela plataforma e pelo trilião de ferramentas disponíveis para editar o aspeto. O melhor de tudo é que para isso não são sequer necessários conhecimentos de programação ou design.

Consulte, por exemplo,   ThemeForest ou o CodeCanyon para encontrar uma série de recursos que pode usar para editar a sua página.

6 – WordPress é seguro

A segurança na Internet é uma questão que preocupa grande parte dos proprietários de websites. Sendo o CMS mais popular do mundo, é natural que o WordPress seja um dos alvos favoritos dos hackers.

Como tal, são recomendados alguns cuidados, nomeadamente no que diz respeito ao download de templates e plugins . Antes de descarregar o que quer que seja, verifique-se de que o site é fidedigno.

Cuidados à parte, há um fator que faz do Worpress uma ferramenta extremamente segura: as atualizações constantes. Mas como a atualizar Worpress? É preciso fazer alguma coisa? Não: é tudo automático. Tudo isto vem reforçar a ideia de que usar WordPress é extremamente simples, fácil e sobretudo seguro.

7 – Interface simples e intuitivo

Há pouco mostramos-lhe um jornal que utiliza a plataforma WordPress. A escolha foi provavelmente motivada pela facilidade com que qualquer um pode criar categorias, editar menu, inserir tags. Não falamos apenas do administrador, mas também de todos aqueles que, apesar de não possuírem grandes conhecimentos de programação, podem utilizar o WordPress para inserir conteúdos ou editá-los.

O interface é intuitivo, user-friendly e basta um pequeno período exploratório para que qualquer um o comece a utilizar com grande destreza.

8 – Suporte

O suporte técnico é essencial para todos aqueles que querem começar uma empresa. O bom desempenho do site permite uma implementação continua do projeto, cujas exigências podem variar entre um simples blog a um site com funções específicas.

Além da ajuda fornecida pelo próprio WordPress, a plataforma cresceu de tal forma até existem comunidades inteiras e empresas dedicadas ao desenvolvimento de serviços e soluções que poderá implementar.

9 – Multimédia

No processo de construção de um website não há como não ter em consideração o fator multimédia. Toda a gente sabe que uma componente visual apelativa é indispensável para encorajar a interação e fazer com que o internauta se interesse pelo conteúdo.

Uma das grandes vantagens do WordPress está exatamente no facto de retirar partido da multimédia. A interface permite a inserção direta de imagens, é possível incorporar vídeos de outras plataformas – como o YouTube ou o Vimeo – e, se quiser, pode ainda trabalhar o código para inserir infografias dinâmicas, entre outros elementos visuais.

10 – Versão Mobile

As tendências não deixam margem para dúvidas: são cada vez mais as pessoas que utilizam dispositivos móveis para aceder à Internet ou até para fazer compras online. Esta nova realidade trouxe problemas aos sites tradicionais, cujas configurações estavam exclusivamente pensadas para aqueles que usam a Internet no computador.

Com a chegada dos tablets e dos smartphones, os programadores e designers têm que ter o cuidado de conceber o site a pensar em vários suportes. Ajustando-se a esta nova realidade, o WordPress tornou-se responsive e  mobile-friendly, o que significa que está automaticamente preparado para se adequar a diferentes resoluções.

11 –  Diversidade de estruturas de página

Como referimos atrás, o WordPress é bem mais do que um simples blog. Tal é garantido por uma grande diversidade de estruturas de página que se adequam às diferentes necessidade da empresa. Pode, por exemplo, criar homepages apelativas e dinâmicas, páginas de contacto ou páginas com a história da empresa. É só utilizar a estrututa e customizar.

12 – Integração

Hoje em dia, os websites precisam de ser cada vez mais completos. Queremos com isto dizer que, por vezes, debaixo do mesmo URL, as empresas querem ter blogs, lojas online, páginas com campos de formulário, entre outras aplicações.

 

Para responder às necessidades do mercado, o WordPress tem apostado na integração, ou seja, na possibilidade de se interligar com outros serviços, com o objetivo de melhorar a sua comunicação. Falamos, por exemplo, de serviços de envio de e-mail, como o AWeber e o MailChimp, ou de plataformas de pagamento pela Internet, como o PayPal.

13 – Ajuda de gestão

O WordPress é, por si só, uma ferramenta inteligente. Mesmo que não seja o tipo de pessoa que está constantemente à procura da mais recente novidade para a plataforma, o próprio sistema vai indicar-lhe quando há uma nova atualização geral, de segurança, do template ou dos plugins.

14 – Interatividade

Nos dias que correm, interatividade com o consumidor é um dos ingredientes para o sucesso de qualquer estratégia digital. Feito a pensar nas páginas como um local de encontro entre internautas, o WordPress permite a troca de ideias através de uma área de comentários ou através da inserção de plugins de redes sociais.

15 – Comércio Eletrónico

O comércio eletrónico é uma tendência recente e com grande potencial para crescer. Se está a pensar criar uma loja online e não sabe como, pois considere a utilização do WordPress. Como viu, a plataforma é extremamente simples e existem inclusive alguns plugins e templates de e-commerce especificamente para dar saída às suas necessidades.

16 – Permite poupar dinheiro

Mas, já não tínhamos dito atrás que o WordPress era grátis? Sim, dissemos, mas não é apenas a isso que nos referimos. O facto de a interface ser tão intuitiva a existência de tantos plugins e templates no mercado faz com que qualquer um consiga obter resultados profissionais, sem que sejam necessários cursos ou uma grande quantidade de conhecimentos técnicos.

O WordPress é sem dúvida indicado para pessoas dinâmicas que gostam de arregaçar as mangas e trabalhar elas próprias no seu próprio website.

17 – Liberdade na escolha do Alojamento Web

O solução de alojamento web é muito importante. A grande vantagem do WordPress é que não o obriga a alojar o seu site numa empresa especifica, pelo que tem total liberdade para escolher a opção que lhe parece mais vantajosa. Clique aqui e conheça diferentes empresas com várias opções de webhosting para si.

18 – Atualidade

Um grande handicap dos sites tradicionais é o facto de não poderem ser alteráveis. A mudança de uma simples imagem requer o contacto com o programador. Imagine agora que quer mudar ligeiramente o template e colocar meia dúzia de elementos natalícios para assinalar a época do ano. Pois, o mais provável é que tenha de preparar esta mudança com meses de antecedência.

Por oposição, se escolher uma plataforma WordPress, basta procurar na Internet e seguramente que encontrar centenas de opções frescas e atuais. Um simples plugin vai executar a funcionalidade e você mesmo pode instalá-lo.

19 – Criação de membros

Outra grande vantagem de usar WordPress é a possibilidade de criar membros que, por sua vez, vão ter acesso a conteúdos exclusivos, feitos a pensar especificamente nele. Isto é extremamente útil se, por exemplo, possuir uma loja online e quiser dar um bónus a um cliente que fez uma determinada compra e, por isso, merece aceder a um desconto ou prémio especial.

20 – Publicação e atualização

Sabe aquele erro que lhe escapou ou aquela virgula a mais que colocou por engano? Pois, com o WordPress nunca foi tão simples mudar os conteúdos, corrigi-los ou publicá-los. Os campos estão bem identificados e não deixam margem para dúvidas. Depois, basta um simples clique para que os conteúdos fiquem imediatamente online. Nada mais simples.

21 – Agendamento de Posts

Já pensou se todos os dias tivesse de publicar um novo post no seu blog? E quando fosse de férias, quem é que ficaria encarregado dessa tarefa? E os fins de semana? Não se preocupe. Em meia dúzia de cliques poderá agendar todos os seus artigos e agendara publicação conteúdos de acordo com o critério que definir.

Imaginemos, por exemplo, que criou um conteúdo específico que quer que sai no Carnaval. Pois, basta escolher o dia e a hora e o WordPress trata do resto. Outra possibilidade é controlar a ordem em que os posts aparecem, mudando a data de publicação no backoffice.

22 – Integra vários membros

O backoffice de uma empresa é raramente usado apenas por uma pessoa. Se optar por esta plataforma para o seu negócio, pois saiba que qualquer pessoa poderá usar WordPress. Você só tem de autorizar. A ferramenta possui diferentes níveis de acesso que pode escolher na altura de convidar alguém a trabalhar consigo na plataforma. Os níveis são:

– Super Admin – O super administrador é a pessoa que tem acesso a todas as áreas e pode implementar qualquer mudança quer no site, quer na rede;

– Administrador – O administrador pode mudar tudo aquilo que desejar no site: posts do blog, imagens da homepage, campos, entre outros;

– Editor – O editor pode publicar e gerir os seus artigos e os artigos colocado por outras pessoas;

– Autor – Este utilizador só pode publicar e gerir os seus próprios posts;

– Contribuidor – O contribuidor pode escrever o seu próprio post, fazer preview, mas não tem a autorização para o publicar;

– Subscritor – É uma pessoa que tem um perfil que ele próprio pode editar, mas que não pode fazer qualquer mudança no website ou blog.

23 – Inserção de testemunhos

Os testemunhos podem ser muitos vantajosos para uma empresa, nomeadamente quando falamos de lojas online, onde as pessoas trocam experiências e recomendam produtos entre si. Esta funcionalidade pode ser facilmente garantida por um dos vários widgets de testemunhos existentes no mercado.

24 – A plataforma é universal

O WordPress tem uma plataforma universal. O que é que queremos dizer com isso? Alguém com experiência a trabalhar com esta ferramenta não terá dificuldade alguma em voltar a utilizá-la. Em simultâneo, o WordPress é também amigo dos programadores, já que qualquer um destes especialistas que possua conhecimentos mínimos de MySQL ou de PHP a poderá utilizar facilmente.

25 – Melhorias constantes

O sucesso do WordPress tem sido gradual. Especialistas consideram que espaço da ferramenta está garantido, mas a verdade é que a posição como CMS mais utilizado do mundo só foi cimentada graças às constantes melhorias que a plataforma tem sofrido.

De olho no que de melhor se faz no mundo da Internet, a empresa contrata os melhores especialistas. Além disso, existe toda uma comunidade profissional ou amadora que se dedica a explorar a ferramenta, impulsionando o seu crescimento evolução.

LEIA AGORA MAIS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

Top 10 de templates de e-commerce para WordPress

Top 10 de Templates WordPress para blogs e publicações online

Os melhores plugins WordPress

OCTOSUITE

Share this article

Comentários

  • 08 November, 2015

    Eu tenho um site, um blog… eu publico coisas ali desde, sei lá, o fim do século XX. Passei pelo Geocities, Tripod, Blogger, e criei meu próprio CMS em PHP. na época, não haviam as opções de hoje. O sistema ficou bem bom, mas o tempo passa.

    E temos a opção de usar WordPress. Todo mundo me fala dele. A essa altura do campeonato, não sei se é o caso de migrar, não migrar, fazer o que? O que acham?

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]