Home / Jornalismo Digital /

As 3 razões que obrigam a Coreia do Norte a usar a Internet

Internet na Coreia do Norte

As 3 razões que obrigam a Coreia do Norte a usar a Internet

No final de dezembro, a Coreia do Norte voltou a ser tema de conversa na Internet. A relação já tensa entre o governo de Kim Jong Un e os Estados Unidos evoluiu para um novo patamar quando um grupo de hackers atacou a distribuidora cinematográfica Sony. Como se não fosse suficiente o ataque, o grupo anónimo de hackers ameaçou levar a cabo ataques terroristas caso o filme The Interview chegasse aos cinemas.

O lançamento do filme – que segue a história de dois jornalistas contratados para matar Kim Jong Un – foi então cancelado. Mesmo sem provas de que a Coreia do Norte estava envolvida no ataque, a Internet apontou o dedo ao governo de Kim Jong Un. Afinal de contas, o governo norte-coreano já se tinha pronunciado sobre o filme, considerando-o um ato de guerra.

Recusando-se a ceder à censura, o Presidente dos EUA prometeu dar uma resposta equivalente à Coreia do Norte. Entretanto, cinemas privados consentiram transmitir o filme e a Coreia do Norte sofreu dois apagões de Internet.

Neste post, explicamos os 3 motivos que justificam a necessidade da Coreia do Norte em manter uma ligação à Internet.

Print

Porque é que a Coreia do Norte permite o acesso à Internet?

Propaganda

A propaganda é uma das maiores armas da Coreia do Norte. O regime totalitário de Kim Jong Un vive sobretudo através da propaganda e da manipulação das massas, à semelhança do que acontecia no Portugal Fascista e na Alemanha Nazi.

Porém, a Coreia do Norte estende a propaganda a todo o mundo: usa campanhas nas redes sociais e vídeos no YouTube para enaltecer a figura de Kim Jong Un e deitar abaixo os princípios norte-americanos. Desta forma, a Coreia do Norte consegue atacar os seus grandes rivais ideológicos e criar uma base de apoiantes por todo o mundo.

Hacking

Após investir na contratação de hackers profissionais, o número de ataques cibernéticos levados a cabo pela Coreia do Norte aumentou. Os ciber ataques são usados como uma técnica de guerra, uma vez que neste campo de batalha a Coreia do Norte não tem tanto a perder como num campo de batalha real.

Consciente de que seria derrotada pela força conjunta da Coreia do Sul e dos EUA, a Coreia do Norte considera mais vantajoso causar confusão online. Embora não esteja confirmado, existem rumores de que a Coreia do Norte usa também o hacking para cometer fraudes fiscais.

Privilégio

Mais do que uma arma, a verdadeira Internet existe na Coreia do Norte como um privilégio dado apenas à elite. Este grupo muito reservado usufrui de uma navegação livre, acedendo a todo o tipo de informação e adquirindo aquilo que satisfizer os seus desejos: livros, filmes, artigos de luxo, comida, álcool, entre outros prazeres secretos. A elite serve-se ainda desta fonte de informação para manter o regime.

Está interessado em ler mais conteúdos exclusivos sobre filmes, televisão e entretenimento audiovisual? Convidamo-lo então a visitar o blog Mundo de Cinema.

OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS COM A COREIA DO NORTE: 

Como funciona a Internet na Coreia do Norte

The Interview: o filme que os hackers tiraram do cinema

Quais são os países inimigos da Internet?

 

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *