Home / Estratégia Digital /

5 Ações de marketing digital subtis, mas que fazem a diferença

5 Ações de marketing digital subtis, mas que fazem a diferença

AdobeStock

O conteúdo é soberano: esta é, aliás, uma das ações de marketing digital que tem sido seguida por todos os que trabalham na área da comunicação na Internet. Ou melhor, pelo menos daqueles que procuram distinção no ciberespaço. Salientamos, no entanto, que para quem trabalha na produção de conteúdos, esta tarefa pode por vezes tornar-se frustrante.

Como empreendedores, sabemos que a única coisa neste mundo que será sempre constante é, ironicamente, a mudança. Tendo em conta que a Internet se transforma de minuto e minuto, o valor dos conteúdos acompanha este ritmo. Aquilo que escrevemos hoje poderá perder o seu valor daqui a uma semana, quando surgirem novas atualizações sobre as novidades que promovemos. Somos forçados a atualizar a informação constantemente e a incluir isso nas nossas ações de marketing digital.

Pior é quando os conteúdos que criamos criam ruído visual ao invadirem as nossas sensações enquanto consumidores.  O texto não é atraente, o público não quer saber do que temos a dizer, o que escrevemos já é antigo. É frustrante, não é?

Está na hora de maximizar as nossas ações de marketing para construir mensagens que sejam consistentes, relevantes e capazes de provocar as conversões desejadas na audiência. Acha que está à altura deste desafio? Neste post reunimos 5 ações de marketing digital subtis, mas que farão toda a diferença na hora de produzir e divulgar o conteúdo.

5 Ações de marketing digital simples, mas importantes

1 – Seja minimalista ao máximo

Se esteve atento às mudanças que ocorreram nos últimos anos, provavelmente já reparou que a tendência é para tornar as interfaces cada vez mais simples e intuitivas. Minimalismo é um conceito a ter em conta, especialmente quando nos entusiasmamos com um projeto e queremos incluir tudo e mais alguma coisa. Se tiver dúvidas, use as grandes marcas como referência e verifique como gigantes como a Apple e Google têm apostado num design clean, capaz de refletir a identidade da marca. Parece simples, mas nem sempre é fácil.

2 – As pessoas não lêem: passam os olhos

A forma como as pessoas consomem informação tem vindo a mudar ao longo dos anos. Com o aparecimento da Internet e a multiplicação dos conteúdos disponíveis, há a tendência para que as pessoas se tornem muito selectivas naquilo que lêem. Primeiro é preciso convencê-los de que o conteúdo vale a pena e depois dar uma resposta clara. Uma vez dentro do conteúdo, as pessoas tendem a fazer um scroll rápido em busca daquilo que realmente procuram.

Templates

3 – Destacar aquilo que realmente importa

Um design apelativo é fundamental para cativar a atenção do internauta, mas não basta. Na altura de escrever o textos, garanta que a informação está facilmente acessível e que os dados mais importantes se destacam de tudo o resto. Uma técnica simples é usar negritos, colocar links e apostar em imagens. Os textos não devem ser demasiado longos, deve utilizar subtítulos e, acima de tudo, não se ponha com rodeios. Se preferir, pode também usar sumários.

4 – Use a audiência para espalhar a sua mensagem

Uma das vantagens que não devemos deixar passar ao lado é o facto de que, a cada minuto, milhões de publicações são partilhadas, “gostadas” e comentadas nas redes sociais. A própria audiência assume-se como um mensageiro, interessada em partilhar artigos que sejam engraçados ou que lancem sérios debates entre os seus contactos. Basicamente, toda esta interatividade acontece quando o público se sente emocionalmente próximo do conteúdo.

Ora, o conteúdo tem de ser excitante e tem de se destacar entre as dezenas de publicações que lutam pela atenção dos utilizadores das redes sociais. Seja direto e claro nos títulos, crie relevância nas descrições e garanta uma partilha dos seus conteúdos antes mesmo que um utilizador abra o link para ver se o conteúdo corresponde de facto àquilo que propõe.

5 – Conte uma história

Experimente, da próxima vez que elaborar um artigo, focar-se na sua história em vez de dar atenção a um produto, funcionalidade e características associadas a tal item. As pessoas são ávidos por conhecimento e por novas histórias. Crie uma que faça eco, que consiga a interação do público e apele às emoções da audiência. Pegue num caderno e comece a delinear a mensagem que quer fazer chegar à audiência e a história que quer usar para que isso aconteça. Depois é só deixar o processo fluir naturalmente.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]