Home / Estratégia Digital /

Torne-se amigo do GoogleBot com um bom Sitemap

Torne-se amigo do GoogleBot com um bom Sitemap

AdobeStock

Já ouviu falar em Sitemap? Provavelmente, já. Mas, alguma vez percebeu ao certo do que realmente se tratava? E para que é que servem?

Se está curioso então leia este post até ao final e descubra a importância do mapa que pode fazer a diferença entre ter uma estratégia digital de sucesso ou fracassar em absoluto.

Antes de continuarmos, a pergunta que se impõe é: o que é o Sitemap? Tal como a palavra indica, não é mais do que um mapa do website. Na verdade é apenas uma lista de páginas relacionadas entre si através de links. De acordo com o site, o Sitemap pode ser mais ou menos organizado e possuir mais ou menos ligações.

A importância do Sitemap

Mas, se é só isto, então porque é que os Sitemaps são tão importantes? Se está familiarizado com as técnicas de SEO (Search Engine Optimizer), provavelmente já sabe que existem vários critérios que influenciam o PageRank atribuído pelo Google a uma determinada página. Um deles é a funcionalidade e a organização do sitemap.

Imagine que está de férias e chega a uma cidade onde não tem a mínima noção dos locais de interesse ou mesmo de um simples hotel. Talvez o mais provável é ir comprar um mapa para se conseguir orientar, certo? Pois bem, o sitemap é algo parecido, mas quem dá o mapa ao Google para ele se orientar e conhecer melhor o nosso website somos nós mesmos.

Por outras palavras, os Sitemaps são um modo de informar o Google sobre as páginas no site que a ferramenta GoogleBot não poderia descobrir de outra forma ou pelo menos não tão rapidamente.

Repetindo: um Sitemap de XML (geralmente chamado de Sitemap, com S maiúsculo) é uma lista das páginas do site. Criar e enviar um Sitemap ajuda a garantir que o Google tenha conhecimento de todas as páginas do site, incluindo URLs que não seriam habitualmente encontrados pelo processo normal de rastreamento do Google.

Os Sitemaps são especialmente úteis se:

O site tiver conteúdo dinâmico, pois é comum o site de venda final ter sempre um conteúdo menos dinâmico do que o conteúdo gerado por um blog de apoio por exemplo.

O site tiver páginas que não podem ser facilmente encontradas pelo Googlebot durante o processo de rastreamento, como por exemplo páginas com conteúdo AJAX ou imagens.

O site for novo e houver poucos links para ele. Como o Googlebot rastreia a web seguindo os links de uma página para a outra, se o site não estiver bem vinculado, será difícil detectá-lo.

MarketSamuraiBanner2

Templates

O site possuir um grande arquivo de páginas de conteúdo que não possuem links entre si ou que simplesmente não possuem links, como normalmente acontece em páginas de produto das lojas digitais.

De referir ainda, que o Google não garante que todos os URLs são rastreados ou indexados. No entanto podemos usar os dados no Sitemap para ensinar o Google sobre a estrutura do site, o que nos irá permitir melhorar a programação de rastreadores e uma melhor indexação do site.

Na maioria dos casos, os webmasters beneficiam por enviar o Sitemap e jamais são penalizados por fazê-lo.

O Google segue os princípios do Protocolo do Sitemap 0.9, conforme definido pelo sitemaps.org (http://www.sitemaps.org/). Desse modo, os Sitemaps criados para o Google usando o Protocolo do Sitemap 0.9 são compatíveis com outros mecanismos de pesquisa que adotam os padrões do sitemaps.org.

Agora que já sabe para que serve o Sitemap poderá melhorar a sua estratégia e entrar na luta para que o seu website seja mais facilmente reconhecido e possa, quiçá, ocupar o primeiro lugar no Google de umas quantas palavras-chave relevantes para o seu negócio. Torne-se amigo do Googlebot e melhore a sua estratégia de Google Marketing.

QUER FAZER PARTE DA PRÓXIMA TURMA 8 PS? Inscreva-se AQUI para ser aluno do Curso 8 Ps.

resultados-8ps-4

LEIA AGORA MAIS ARTIGOS INTERESSANTES RELACIONADOS COM ESTE POST:

Ainda não tens o Livro 8Ps do Marketing Digital?

Sabe interpretar o Tráfego de Pesquisa no Webmasters?

Como analisar o Rastreamento do seu website no Google Webmasters

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]