Home / Estratégia Digital /

Benchmarking: saiba que é e como pode aplicar

benchmarking

Benchmarking: saiba que é e como pode aplicar

Todos os empreendedores idealizam o mesmo: colocar a sua empresa na melhor posição possível, atualizando-a de acordo com as tendências mais recentes do mercado. Mas como ter sucesso nesta procura incessante pela excelência se, na verdade, não dispomos de pontos de referência que nos digam o caminho certo a seguir?

Vá lá, admita: todos temos pontos de referência. Não só a nível empresarial, enquanto empreendedores, mas também a nível pessoal. Quem não acompanha certas personalidades ou até mesmo lojas para saber quais as tendências a nível de roupa? Ou até mesmo de livros? Ou música? Quem não olha para um certo amigo ou conhecido como um exemplo a seguir?

Isto é benchmarking. Este conceito, que se aplica sobretudo ao mercado empresarial, pode ser facilmente traduzido do inglês para: ponto de referência. No seu sentido mais lato, significa estar permanentemente a analisar o “estado de arte” na gestão, encontrando as melhores práticas do mercado para que, desta forma, possa ser estimulado o espírito competitivo.

A verdade é que o benchmarking acaba por ser também uma das mais relevantes estratégias para aumentar a eficiência de uma empresa. Esta técnica implica um minucioso processo de investigação que permite aos gestores compararem produtos, práticas empresariais, serviços ou metodologias usadas pelos rivais, absorvendo algumas características que podem ser implementadas  para alçarem um nível de superioridade de gestão ou operacional.

Ao longo dos próximos parágrafos apresentamos os diferentes tipos de benchmarking disponíveis no mercado.

Quais são os tipos de benchmarking?

Benchmarking interno

Procure pelas melhores práticas adotadas dentro da própria empresa (filiais-modelo, departamentos que desenvolvem metodologias inovadoras, etc). Esta é uma excelente forma de perceber o que está a resultar internamente e em que áreas deve investir caso esteja a ponderar numa expansão.

Benchmarking competitivo

Este é o formato clássico de benchmarking: aqui o foco passa por uma análise minuciosa das práticas da concorrência, sempre com o objetivo de as superar. Não é fácil proceder a este tipo de benchmarking, mas os resultados são muito satisfatórios quando o trabalho é bem feito.

Benchmarking funcional

O benchmarking funcional trata de comparar o processo de trabalho entre as organizações, ainda que esta comparação seja, atualmente, feita com organizações de segmentos diferentes.

Benchmarking de cooperação

Este é um tipo de benchmarking raro mas que pode resultar se houver uma boa relação entre empresas concorrentes. Duas empresas ou mais estabelecem uma parceria, partilhando entre si informações acerca dos seus processos.

O benchmarking de cooperação também acontece quando uma empresa “modelo” facilita alguns processos para melhorar as competências de um colega no mercado. Isso pode ocorrer quando duas companhias têm distintos pontos de excelência ou quando uma dela permite o conhecimento de outra por razão de prestígio, notoriedade, entre outros.

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *