Home / Archives /

Estratégia Digital

Estratégia Digital / 286 posts encontrados

Geração Hacktivista: Heróis ou criminosos?

O Hacktivismo é o ativismo do século XXI. Embora o conceito tenha surgido nos anos 90 foi só nos últimos anos que a atividade começou a encontrar um lugar mais definido dentro da comunidade internacional. Este ativismo exercido por experts da informática, verdadeiros hackers, tem vindo a provar que é possível lutar contra o sistema social e político usando como armas computadores e a Internet. Os casos WikiLeaks e Edward Snowden são as provas vivas desta verdade.

O plano de fuga do blogger do Bahrain

Ali Abdulemam é o blogger mais famoso de todo o Mundo. Perseguido no Bahrain por difamação do regime foi detido dezenas de vezes e transformou-se na voz da defesa dos direitos humanos no estado insular do Golfo Pérsico. Em 1999, Ali Abdulemam criou o blogue “Bahrain Online” (www.bahrainonline.org/), um espaço que usava para criticar o carácter autoritário do regime monárquico totalitário. Declarado culpado por difusão de informação falsa foi detido e torturado em setembro de 2010, acabando por ser libertado em fevereiro de 2011.

Como as Redes Sociais provocaram a Primavera Árabe

Tunísia, 2010: a imolação do vendedor de rua Mohamed Bouazizi obriga à demissão do presidente tunisino Ben Ali, ditador no poder há 24 anos. Este foi o primeiro rastilho de uma chama imensa que mudou o Mundo Árabe e, em consequência, todo o globo. Embora muitas vezes se fale em globalização os conceitos relativos à democracia, Internet ou Redes Sociais continuam a ser normalmente associados às grandes potências mundiais e, raramente, aos países do Norte de África e do Médio Oriente. A eclosão de uma série de movimentos, que ficaram conhecidos como A Primavera Árabe, colocou o foco na importância das novas tecnologias e da Internet no processo de libertação nacional de povos oprimidos.

A criança que combate a fome infantil com o seu blog

Apesar de ter apenas 12 anos, Martha Payne alcançou algo que muitos adultos sonharam e falharam em conseguir: angariar fundos para a construção de uma cozinha escolar em Malawi, com capacidade para alimentar dez mil crianças. Em apenas seis meses, angariou 154 mil euros e tudo o que precisou foi de boa vontade e de um blogue. Um verdadeiro conto de fadas dos tempos modernos.

Marketing Multicanal: porquê usar na minha empresa?

Existem várias razões para o Marketing Multicanal estar a tornar-se uma necessidade premente nas empresas e negócios que utilizam a comunicação directa e segmentada. A primeira é o crescimento do número de canais disponíveis para comunicar. Estamos numa era em que vivemos praticamente online.

Transforme o seu Tablet num Formulário de Inscrição Portátil

Qual é a melhor forma de registar manualmente os dados de pessoas que querem receber informações da sua empresa ou negócio? Colocar na agenda? Anotar num formulário em papel? Pedir a cada lead para deixar um cartão com o contato? E que tal se pudesse usar um tablet ou smartphone para inscrever diretamente essas pessoas na sua lista de contactos do E-goi? Com o GoiMeUp este cenário é viável e recomendável.

Todos Sempre Comunicamos

“A Internet é o tecido das nossas vidas. Se a tecnologia da informação é hoje o que a electricidade foi na Era Industrial, na nossa época a Internet poderia ser equiparada tanto a uma rede eléctrica como a um motor eléctrico na razão da sua capacidade de distribuir a força da informação por todo o domínio da actividade humana”. - A Galáxia Internet (Manuel Castells)

Marketing Digital: o que é e para que serve?

De uma forma geral, as empresas portuguesas ainda não investem muito em marketing digital. No entanto, as marcas nacionais que o fazem dizem-se satisfeitas, até porque, uma vez que o digital ainda é um universo barato, o retorno é quase sempre satisfatório, caso haja uma boa estratégia.

Marcas nacionais satisfeitas com Retorno Sobre o Investimento em marketing digital

De uma forma geral, as empresas portuguesas ainda não investem muito em marketing digital. No entanto, as marcas nacionais que o fazem dizem-se satisfeitas, até porque, uma vez que o digital ainda é um universo barato, o retorno é quase sempre satisfatório, caso haja uma boa estratégia.

Gerar Leads e garantir Vendas

Ao nível comercial, a empresas pretendem, com a sua presença no universo digital, gerar vendas (42%) e leads (42%), isto é, pedidos de contatos, de propostas comerciais que impliquem a transmissão de dados pessoais à empresa para uma eventual venda futura. No Facebook, por exemplo, as funcionalidades mais utilizadas pelas empresas são o Facebook Ads (anúncios de publicidade) e os concursos e promoções.

A sua empresa já tem uma Estratégia Digital?

Está provado: as empresas que definem uma estratégia digital registam melhores resultados e maiores índices de satisfação. Muitas marcas portuguesas já acordaram para a (nova) realidade digital. Uma das primeiras conclusões da pesquisa é que, na generalidade, as empresas portuguesas desenvolvem ações de marketing digital tendo em vista dois grandes objetivos: comerciais e de comunicação.

Starbucks inverte tendências negativas com Estratégia Digital

Não é por ser o maior franchise de café do mundo que a Starbucks não tem necessidade de marcar uma presença forte no mundo online. Esta foi a conclusão dos administradores da marca norte-americana que, em 2008, confrontados com a crescente diminuição de clientes nas lojas e a consequente quebra nas vendas viram-se obrigados a redefinir alguns posicionamentos comerciais.
[instagram-feed]