Home / 3º P - Produção /

Conteúdos, conteúdos e mais conteúdos

Conteúdos, conteúdos e mais conteúdos

 

O mercado cresceu, globalizou-se. Com a Internet, mais ainda. A publicidade, a propaganda, os apelos sensoriais ao consumo rodeiam-nos. Os clientes em potência são mais exigentes. Desconfiam muito mais e já não recebem tudo o que lhes é dado.

A perspetiva alterou-se. Ganhou abrangência. Antigamente, o consumidor, quando queria comprar algo, aconselhava-se junto dos seus amigos ou familiares. Hoje, liga o computador, ou o smartphone, ou o tablet e acede à Internet para pesquisar informações, trocar ideias com os seus amigos ou seguidores e ler o que se diz sobre determinado produto, marca ou empresa.

Neste cenário, pós-revolução na forma como as pessoas se relacionam com o mercado, surge a oportunidade, a solução: o marketing de conteúdo.

O marketing de conteúdo atrai, cativa e retém clientes. E gera uma relação de confiança que impulsionará a conversão em vendas. Esta estratégia assenta num ponto-chave: a empresa oferece algo de grande valor para o consumidor.

As pessoas hoje em dia não querem propaganda, preferem obter informações sobre produtos ou serviços através de artigos, vídeos, podcast, informação bruta essencial que as faz sentir mais próximas das marcas, gerando credibilidade e estimulando a compra.

Importante é, pois, investir na criação de conteúdo estratégico, relevante, direcionado, com linguagem adequada ao público, envolvente e com grande qualidade. Isso requer profissionais criativos, competentes, bem alinhados com a marca, muito conhecedores do mercado e do público-alvo e que digam o que os consumidores querem ouvir.

De facto, confirma-se: a perspetiva alterou-se. O mercado agora fala e ouve muito mais. As pessoas já não compram uma determinada marca apenas por a verem num anúncio na televisão ou numa revista. O foco agora são os valores agregados à marca ou produto, isto é, se uma empresa comercializa sapatos, pode e deve criar conteúdos relacionados com conforto, saúde, um determinado estilo, etc. Deve associar o produto a um conceito e produzir informação útil e não propaganda. Até porque o objetivo é informar as pessoas, gerar credibilidade, identificação e relacionamento.

O marketing de conteúdo bem trabalhado, bem empregue, não só possibilita a redução do investimento em campanhas de publicidade normalmente caras, como ainda reforça a posição da empresa noutras estratégias digitais como é o caso de SEO (Search Engine Optimization), ferramenta diretamente relacionada com a qualidade e adesão dos leitores ao conteúdo.

 

Todas estas características, qualidades e possibilidades fazem do marketing de conteúdo uma estratégia fundamental para o sucesso de qualquer empresa no exigente mundo atual.

LEIA AGORA DENTRO DO NOSSO BLOG OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS COM PAGE RANK:

Ainda não tens o Livro 8Ps do Marketing Digital?

O que é o PageRank?

O que influencia o Page Rank?

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
OCTOSUITE

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]