Home / Aplicativos /

Google Indoor Maps mostra os edifícios por dentro

Google Indoor Maps mostra os edifícios por dentro

 

Está perdido dentro de um museu e não consegue dar com a saída? Está num aeroporto estrangeiro e não sabe onde apanhar o metro para o seu destino? Pois, agora não tem de se preocupar. Basta ligar a Internet, aceder ao Google Indoor Maps e já está.

A ferramenta do Google funciona como uma extensão do Google Maps tradicional e além de lhe mostrar as ruas de uma cidade, mostra lhe também a planta de museus, centros comerciais, estações de comboio ou metro e alguns edifícios públicos.

O Google Indoor Maps já foi lançado em Portugal. Na data de lançamento, a empresa contou com o apoio de outras entidades, desde empresas de transportes públicos a universidades. Ao todo já 49 locais foram mapeados, mas espera-se que no futuro muitos mais adiram a este serviço. Clique aqui para consultar a lista completa.

A utilização é simples. Se já está a habituado ao funcionamento do Google Maps tradicional, pois saiba que só tem de ampliar o sitio que quer ver. Se o edifício que escolher tiver a planta disponível, a informação será automaticamente mostrada no ecrã do seu computador, tablet ou smartphone.

Mas as vantagens do Google Indoor Maps não se ficam por aqui. Além de mostrar a planta do edifício, a ferramenta dá-lhe também outras informações relevantes. Encontre, por exemplo, a caixa de multibanco mais próxima ou o número da sala da faculdade. Basta escolher o piso pretendido para aceder aos dados.

O serviço pode ser muito vantajoso para empresas públicas. No momento de aderir ao Google Indoor Maps existem algumas restrições. Leia os requisitos aqui. Se o seu edifício reúne todas as condições, poderá efetuar a submissão nesta página e clicar em “adicionar uma planta”. Importa salientar que o Google deixa claro que não é possível fazer o upload de plantas de edifícios privados, como, por exemplo, a sua casa.

O Google Indoor Maps funciona em qualquer dispositivo móvel, independentemente de ser Apple ou Android, e o serviço está já disponível em mais de 20 países. Além e Portugal, também o Brasil, Austrália e Reino Unido, Estados Unidos e Canadá o podem utilizar.

 

LEIA AGORA MAIS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

Nomadmovement, a rede social para todos os viajantes

Como o telemóvel está a mudar a forma como viajamos 

Guest to Guest: A rede social para quem quer viajar barato

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
Mídia Kit Blog Estratégia Digital

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]