Home / Redes Sociais /

Greg Marra é quem decide o que você lê no Facebook

greg marra

Greg Marra é quem decide o que você lê no Facebook

E-Goi

Não é à toa que o Facebook tem hoje milhares de milhões de utilizadores em todo o mundo. Mark Zuckerberg lançou a rede social em 2004 mas desde então tem procurado os melhores entre os melhores para gerir a página e garantir que todas as novidades e mudanças fazem do Facebook uma melhor plataforma.

Entre a vasta equipa de funcionários do Facebook (constituída por mais de 7 mil pessoas em Junho de 2014), encontra-se um jovem de 26 anos que tem percorrido as notícias por todo o mundo: trata-se de Greg Marra, um norte-americano licenciado em engenharia e que tem em mãos o poder de decidir que informação é que milhares de milhões de pessoas consomem diariamente.

Não, Greg Marra não é um robot ou super-herói: não espere que fique sentado todo o dia a decidir o que é que aparece no feed de cada membro do Facebook. O que Greg Marra criou, no entanto, foi o algoritmo que a rede social utiliza para decidir que conteúdos devem aparecer no feed de notícias dos utilizadores.

Considerado “o executivo de redes sociais mais poderoso do mundo” pela Universidade de Columbia, Greg Marra admite que toda a sua paixão pela tecnologia parte do interesse em ver o mundo conectar-se através da Internet. “Fico fascinado pela forma como as pessoas usam a Internet para se contactarem umas com as outras”, diz Greg Marra no seu website pessoal.

Conheça a melhor ferramenta para Facebook e Instagram!

social-autoboots-novo-banner

Mas será que temos mesmo a noção do impacto que o algoritmo deste jovem provoca no mundo em que vivemos? De acordo com estudos do Instituto Reuters da Universidade de Oxford, cerca de 30% da população norte-americana consome notícias a partir daquilo que veem no Facebook.

A forma como vemos o mundo e encontramos informação sobre aquilo que se passa fora das nossas casas, está hoje muito dependente de algoritmos. Tendo em conta que mais de 20% da população mundial faz parte do Facebook e que todas as tendências apontam o crescimento futuro da plataforma, como será o consumo de informação daqui a 10 anos? Algoritmos a trabalhar como editores?

greg marraGreg Marra: a paixão por criar coisas que ganham vida própria

“Adoro criar coisas que ganham vida própria”, diz também Greg Marra no seu website. Este é um lema que motiva toda a sua carreira. Especialista em robótica, área a que dedica também algum tempo, este funcionário do Facebook não tem vergonha em mostrar a sua despreocupação pelo lado editorial do trabalho. O à vontade é tal dentro da empresa de Mark Zuckerberg que às vezes vai trabalhar vestido de Super Mario.

Jornalismo e comunicação, áreas que são tocadas intimamente pelo trabalho que faz no Facebook, não fazem parte do currículo de Greg Marra. No entanto, uma coisa é certa: o algoritmo funciona e funciona bem. O Facebook experimentou, mais do que uma vez, alterar o algoritmo e acabou por impactar o comportamento de várias pessoas.

Recordemos alguns casos recentes. Nas eleições presidenciais de 2012, o Facebook modificou o feed de notícias de dois milhões de utilizadores. A ideia era boa e parece que resultou: um maior número de norte-americanos dirigiu-se às urnas para votar. Mais recentemente, e desta vez gerando mais polémica, o Facebook assumiu ter manipulado o algoritmo para provar se era possível “contagiar emocionalmente” os utilizadores ao apresentar notícias positivas.

Mídia Kit Blog Estratégia Digital

E agora uma pergunta pertinente: como é que um jovem de 26 anos captou a atenção do Facebook?

Em 2008, quando Greg Marra tinha apenas 19 anos, várias empresas de Sillicon Valley ficaram interessadas no jovem na altura em que criou uma rede de robots capazes de interagir com utilizadores do Twitter. O sucesso das interações era tal que os utilizadores acabavam mesmo por se tornar seguidores.

Ainda assim, foi só em 2012 que Mark Zuckerberg decidiu recorrer aos serviços de Greg Marra. O jovem, até então, tinha passado por empresas como a Google e a Microsoft.

LEIA AGORA OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

– Conseguimos sentir afetos quando estamos no Facebook? 

– Teste para saber se é um dos viciados na Internet 

– Conheça 30 curiosidades sobre o Facebook 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]