Home / Aplicativos /

Happy Hour: uma app portuguesa que lhe diz como se sente

happy hour

Happy Hour: uma app portuguesa que lhe diz como se sente

 

Chama-se Happy Hour e é o resultado de quatro anos de trabalho do investigador David Nunes, de 27 anos, sob a orientação de Jorge Sá Silva, no Laboratório de Comunicações e Telemática da Universidade de Coimbra.

A aplicação de smartphone que lhe valeu o prémio de jovem investigador na Conferência Internacional de Inovação para Serviços Comunitários, partiu da ideia de “criar um sistema que adaptasse as comunicações do smartphone ao que uma pessoa sente”. No fundo, adaptar a tecnologia às pessoas.

A aplicação consegue aferir o estado emocional do utilizador e sugerir-lhe atividades que melhorem o seu humor – caso precise de ser melhorado.

Como funciona a app Happy Hour?

Através de uma smartshirt, que permite obter o ritmo cardíaco, de um microfone que regista o grau de ruído, do acelerómetro do telemóvel, que mede a variação da velocidade e de informações meteorológicas, estes dados geram um algoritmo de aprendizagem chamado “rede neuronal”, que aprende a partir da informação que lhe é fornecida.

Por exemplo: se estiver um dia de sol, o nosso ritmo cardíaco registar 60 e 80 batimentos e o nível de ruído for baixo, o telefone arrisca um estado emocional azul, ou seja, calmo. Os outros são a euforia, correspondente à cor vermelha, o verde, sinal de aborrecimento, ou o amarelo, sinónimo de ansiedade.

 

O sistema pergunta então ao utilizador se fez a interpretação correta e este tem a hipótese de ajustar o estado emocional para o que considerar correto. “À medida que o tempo passa, o smartphone tende a ficar mais inteligente e começa a compreender” que ambientes correspondem a que estados emocionais.

Depois, a app Happy Hour dá sugestões do que o utilizador pode fazer. Mostra um mapa com os pontos de interesse ali em volta e diz qual a emoção geral desses sítios, atualizando de 5 em 5 minutos. Há quem desanuvie no meio de gente, em locais mais agitados e quem prefira os jardins e locais tranquilos para se reequilibrar. É sabido que as caminhadas e exercício físico moderado tendem a melhorar o estado emocional de uma pessoa.

“O próprio smartphone adequa o seu funcionamento ao que o utilizador sente”, conforme explicou David Nunes ao Expresso, em outubro de 2015. Resumindo, o sistema happy hour combina três elementos: compreender o estado emocional do utilizador, partilha informação sobre locais de interesse e reduz eventual stresse.

A aplicação, ainda em fase de protótipo, servirá apenas o sistema Android. O objetivo de David e da equipa de investigação é agora melhorar o sistema e adaptá-lo a outros ambientes, como o académico – tentando compreender como as emoções podem afetar as notas dos alunos.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
Mídia Kit Blog Estratégia Digital

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]