Home / Casos de sucesso de Estratégia Digital /

YouTubers: jovens que fazem sucesso com vídeos

youtubers

YouTubers: jovens que fazem sucesso com vídeos

 

Portugal tem assistido nos últimos cinco anos a um novo fenómeno da Internet: os YouTubers. Quem são?

A resposta é simples: são jovens na casa dos 20 anos que ganham dinheiro com os vídeos que fazem e colocam na Internet. Educados em frente a um computador, com acesso a uma simples câmara de vídeo, a maior parte destes YouTubers começou a gravar quando estava ainda no secundário. Na verdade, alguns deles ainda estão no secundário.

Fechados no quarto, longe dos olhares críticos dos pais, e quase sempre porque não têm “mais nada para fazer”, juntam o útil ao agradável. Basta pôr a câmara a gravar e falar dos mais variados temas. Originalidade é um ingrediente que não pode faltar se almejam ter sucesso. Depois, o YouTube aloja os vídeos e põe-nos em contacto com todo o mundo.

Neste post, apresentamos alguns dos casos de maior sucesso em Portugal.

Jovens Youtubers Portugueses: 7 casos de sucesso

Francisco Soares

Francisco Soares, conhecido no YouTube como Kiko Is Hot, tem 20 anos e é conhecido pelo seu estilo único. Graças ao YouTube, já deixou a casa da mãe em Cascais e vive agora num apartamento em Sintra. Acabou o secundário e ficou-se por aí, acreditando que é cá fora que pode viver experiências únicas que nunca receberia na escola.

Recorrendo à ironia e ao sarcasmo como armas (e alguns palavrões que não tem vergonha de usar), Kiko Is Hot já pode ver no seu currículo um programa de televisão na TVI e algumas participações no Curto Circuito, programa vocacionado para jovens, transmitido na SIC Radical.

Hoje também faz tutoriais de moda, patrocinados por marcas de roupa e de maquilhagem. A aventura dos vídeos já lhe rendeu mais de 82 mil subscritores (não pagantes) e oito milhões de visitas.

Kiko Is Hot, assim como outros 10 YouTubers, tem agora um contrato assinado com a WTF – um serviço da NOS com tarifários para jovens – e faz vídeos regulares para promover a marca. Entrou também no filme Ruas Rivais, um projeto nacional produzido por uma equipa essencialmente jovem e que tem como protagonistas os youtubers e a participação especial de figuras como Rui Unas, João Manzarra, Rui Pego e Fernando Alvim.

Ruben Valle

Ruben Valle, de 20 anos, também é Youtuber embora se prefira definir como ator e estudante de cinema. O certo é que a sua longa-metragem, o Discípulo, conta já com mais de 200 mil visualizações no Youtube.

Foi esse filme – com um orçamento a raiar o zero – que serviu de inspiração para o filme Ruas Rivais, uma espécie de sequela passada em Sintra, que conta a história de um jovem vítima de bullying por parte de um gangue.

Nurb

Ao escrever o guião, Ruben Vallle pensou em convidar Youtubers para interpretar os papéis principais do seu filme e eles aceitaram sem hesitar. Entre eles encontra-se Nurb (cujo nome real é Bruno Leça), um jovem de 21 anos, comparado frequentemente a um Bruno Nogueira da geração mais jovem.

No Youtube, o seu estilo improvisado já lhe valeu 169 mil subscritores, fazendo dele um dos melhores sucedidos na plataforma. Até hoje, já teve a honra de entrar num sketch com Ricardo Araújo Pereira e foi requisitado pela rádio MegaHits por alguns canais televisivos, como é o caso do Canal Q e da SIC Radical.

Print

Paulo Sousa

Com 23 anos, Paulo Sousa está a acabar o mestrado em Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Básico e faz covers de músicas no Youtube. Há já algum tempo que Paulo percebeu que está tudo ligado e que uma estrela virtual se tem de expandir para outras redes sociais, de maneira a aproximar-se dos fãs. Aliás, muitos dos seus vídeos são covers de músicas que os utilizadores lhe pedem para gravar. Ainda assim, mantém a sua integridade e diz que nunca cantou nada de que não gostasse.

 

Entretanto, deu cerca de 300 concertos, participou no programa Fator X da SIC e ganhou perto de 2 mil euros com publicidade nos seus conteúdos. Não é por acaso que se sente na obrigação de publicar, pelo menos uma vez por mês, uma música nova.

Soraia Carrega

O sucesso de Soraia Carrega começou quando publicou o vídeo “Fui barrada”. A Youtuber, também conhecida como Djubsu, gravou um vídeo, indignada, quando foi barrada numa discoteca de Lisboa por causa do seu cabelo afro. A polémica da história, associada ao estilo da jovem de 21 anos, fez com que o vídeo atingisse centenas de visualizações em poucas horas.

Ao planear o vídeo, Soraia não esperava tanto buzz como teve mas, ao acordar no dia seguinte, viu a sua cara em todo o lado. Não voltou a perder a popularidade e fez até uma parceria com o YouTube.

Ricardo Esteves

Os vídeos de Ricardo Esteves são sobre videojogos. Basicamente, o jovem filma-se a jogar, enquanto comenta em tempo real o que vai acontecendo. Faz também análises e comparações, especialmente dos jogos que uma marca lhe envia, para que discorra sobre eles. Não recebe qualquer pagamento por jogar, mas a parceria que estabeleceu com o YouTube já lhe permitiu deixar os estudos de lado e viver quase exclusivamente dos vídeos que faz.

Por cada 100 mil visualizações, Ricardo recebe cerca de 100 euros. As publicações são quase diárias e a gravação é fácil: basta ligar o microfone e deixar as coisas fluir, enquanto carrega nas teclas e joga. A edição limita-se a cortes e a adicionar músicas de fundo. Com o dinheiro que ganhou investiu num bom microfone, cabos de ligação e um computador melhor.

Tomás Nunes

Há mais de 28 mil seguidores a querer ver e ouvir as gravações sem sentido de Tomás Nunes, um jovem de 18 anos que está no YouTube com o canal Im The Pakistan Man. Sempre com um chapéu de abas – que já faz parte da sua identidade – este jovem vive em Setúbal e está a acabar o secundário.

Os seus vídeos são sobre tudo e mais alguma coisa, tendo em comum serem feitos à toa, sem rede ou edição. Não tem uma razão para os seus vlogs, mas as pessoas acham piada e continuam a ver.

LEIA AGORA OUTROS ARTIGOS INTERESSANTES RELACIONADOS COM ESTE POST:

4 Cursos sobre YouTube

Consiga milhares de visualizações nos seus vídeos do Youtube

30 livros sobre Conteúdos Multimédia

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
Mídia Kit Blog Estratégia Digital

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]