Home / Estratégia Digital /

Marcas nacionais satisfeitas com Retorno Sobre o Investimento em marketing digital

Marcas nacionais satisfeitas com Retorno Sobre o Investimento em marketing digital

 

De uma forma geral, as empresas portuguesas ainda não investem muito em marketing digital. No entanto, as marcas nacionais que o fazem dizem-se satisfeitas, até porque, uma vez que o digital ainda é um universo barato, o retorno é quase sempre satisfatório, caso haja uma boa estratégia.

Assim, segundo um estudo de Outubro de 2012 da ACEPI (Associação Portuguesa de Comércio Electrónico e Publicidade Interativa), em parceria com a Karma Network, neste capítulo – satisfação com o retorno do investimento nas ações de marketing digital -, 81% das empresas com estratégia digital definida estão satisfeitas – alocaram ao digital uma média de 22% do seu orçamento global e admitiram ter obtido resultados positivos. No lado oposto, 65% das empresas sem estratégia digital definida dizem-se ainda assim satisfeitas com o retorno do investimento, que foi em média 12%.

Você sabia que o WeLabs agora é Escola de Negócio 8Ps?

escola-de-negocios-conrado-adolpho

Ainda no que diz respeito ao investimento, as empresas dedicam em média 15% do seu orçamento de marketing ao digital. O investimento é canalizado, sobretudo, para websites (31%), seguindo-se os motores de pesquisa (18%), redes sociais (15%) e web display (11%). Oito por cento alocam o investimento na definição da estratégia digital, enquanto apenas 5% investem no mobile, uma percentagem algo baixa tendo em conta a crescente importância do mobile na sociedade (digital) atual.   No campo das redes sociais, apenas 18% não possui uma boa presença digital. agencia-na-pratica-conrado-adolphoDas que estão representadas, 79% têm página no Facebook, 42% no Twitter, 21% no LinkedIn, 11% no YouTube, 10% no Pinterest, 9% em outros canais e 8% no Google.   Deste universo de empresas, 74% investem em publicidade nos motores de busca, mas a maneira e os timings utilizados nestas campanhas varia de caso para caso. Uma boa parte (34%) está sempre ativa, sempre presente em campanhas online, enquanto 26% fazem-no apenas como complemento a outras iniciativas. A taxa de empresas que nem sequer investem neste tipo de publicidade também é ainda algo elevada (26%), um pouco mais do que as 14% que o fazem de forma residual.   Mas porque é sabido que os consumidores dedicam cada vez mais tempo ao mundo digital, 75% das empresas têm a intenção de reforçar o seu investimento nesta área, nomeadamente em mobile marketing, fruto da massificação dos smartphones, e ainda nas redes sociais. Uma intenção que pode ser já hoje comprovada pelo facto de 82% das entidades estarem presentes neste tipo de plataformas, com mais de metade a marcar presença em mais do que uma rede social. Outras ferramentas utilizadas são o e-mail (77%), os motores de busca (74%), web display (70%) e mobile (38%).   No seu novo curso Agência na Prática destinado a agências de marketing digital, Conrado Adolpho identifica e ajuda a resolver os 6 maiores desafios de uma agência de marketing digital em mais de 15 horas de conteúdos práticos.   Saiba mais AQUI na aula gratuita de Conrado Adolpho: “Como Competir com o Sobrinho e Aumentar as Vendas da sua Agência Digital”.  

 
 OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS COM ESTE POST:

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
OCTOSUITE

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]