Home / 6º P - Propagação /

O Tempo que passamos na Internet

O Tempo que passamos na Internet

AdobeStock

A Internet, essa poderosa ferramenta dos tempos modernos, é hoje, para muitas pessoas, um bem essencial, e não é difícil perceber esse facto, já que passamos cada vez mais tempo ligados à rede, quer para fins profissionais, quer para fins pessoais. Segundo dados de um estudo realizado pela Nielsen, nos Estados Unidos da América, em Julho de 2012, “cada vez mais as pessoas se ligam à rede e por uma maior quantidade de tempo”: seja através do computador ou do telefone, os consumidores continuam a gastar cada vez mais tempo na internet, seja nas redes sociais, blogs, sites de notícias, jogos, e-mail, etc.

O tempo utilizado em PC´s e «smartphones» cresceu 21% entre julho de 2011 e julho de 2012. E, apesar de o computador ainda continuar a liderar, face aos números apresentados pelo estudo, é muito fácil antever que no futuro o computador pessoal irá perder a sua relevância. Hoje, 46% dos usuários de redes sociais dizem usar «smartphone» e 16% dos inquiridos dizem que se conectam através do «tablet». Com mais facilidade de acesso, os consumidores têm mais liberdade para usar a rede, onde e quando quiserem (42% do tempo é gasto com conteúdo visual, 22% com redes sociais e, por exemplo, os americanos gastam cerca de 60 horas online por mês.

Já sabemos que a internet permite, de forma bastante rápida, a busca e obtenção de conhecimento e o tão importante encurtamento das distâncias, e, nos últimos anos, são os «smartphones» e as redes sociais os grandes culpados pelo muito tempo que dedicamos à Internet.

Novos players na Internet

Hoje em dia, o leque de opções de redes sociais é vasto, e a maioria dos sites contam com integrações sociais, além, é claro, do acesso via dispositivos móveis. Enquanto o Facebook e o Twitter continuam entre as redes sociais mais populares, o Pinterest apareceu como umas das grandes sensações em 2012, apresentando o maior crescimento do ano, tanto em número de visitantes, como em tempo gasto de qualquer de outra rede social através do PC. O Pinterest é maioritariamente consumido por mulheres de raça branca (70%) entre os 35 e os 49 anos de idade. Leia o nosso artigo sobre o Pinterest: Porquê apostar no Pinterest.

Quando se trata de acesso ao conteúdo social, o móvel ganha terreno – especialmente as aplicações. A utilização de aplicações já responde por mais de um terço do tempo gasto em redes sociais (entre PC e dispositivos móveis). Os consumidores aumentaram o tempo de utilização das «aplicações sociais» em 76 por cento, passando mais de sete vezes mais minutos do que em aplicativos na web móvel.

E, enquanto a audiência das redes sociais via PC caiu cinco por cento, o tempo gasto aumentou 24 por cento durante o mesmo período, sugerindo que os usuários estão cada vez mais profundamente envolvidos.

Descubra mais sobre Casos de sucesso de Estratégia Digital.

Templates

OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS COM ESTE POST:

Ainda não tens o Livro 8Ps do Marketing Digital?

Afinal, como surgiu a Internet?

“A Incrível Internet” de Michael Cox

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]