Home / Produção de Conteúdos Multimédia /

Portugueses usam sobretudo Apple para ir à Internet

apple

Portugueses usam sobretudo Apple para ir à Internet

AdobeStock

A revolução tecnológica é responsável por grandes mudanças em Portugal. Se há vinte anos os computadores eram vistos como instrumentos profissionais e a Internet um luxo a que nem todos tinham acesso, hoje é raro encontrar uma casa sem um computador ou ligação à Internet.

Hoje, para provar esta transformação de realidades, basta olharmos para os números. Se em 2004 a Internet contava com uma taxa de utilização de apenas 32,7%, em 2014 a mesma taxa tinha duplicado, atingindo os 64%. Face a 1997, a taxa de utilização aumentou 10 vezes, mostrando que os portugueses não se deixaram ficar para trás.

No entanto, podemos olhamos para os números de outra forma: estes 64% de utilizadores da Internet correspondem a 5,48 milhões de pessoas com mais de 15 anos de idade.

Mais impressionante ainda é perceber que, além de termos aceite a Internet nas nossas vidas, fizemos deste meio um bem fundamental. Quase metade dos utilizadores de nacionalidade portuguesa (48%) respondeu, segundo um inquérito do Eurobarómetro, que utiliza a Internet todos os dias.

Embora esteja abaixo da média da UE (63%), é mais do que óbvio que se tem verificado um crescimento: face aos valores de 2013, a taxa de números de utilizadores diários de Internet aumentou 10 pontos percentuais.

A esmagadora maioria dos portugueses (93%) acede à Internet através do computador (UE 92%), seguindo-se o smartphone para 38% dos portugueses (UE 61%), o tablet para 22% (UE 30%) e o televisor para 3% (UE 11%).

Apple é líder: mas será que tem uma posição segura?

Reconhecendo o valor que dispositivos como o smartphone e o tablet têm conquistado, falemos agora de marcas. De acordo com um estudo da Marktest/Netscope, os utilizadores com equipamentos Apple dominam no acesso à Internet. Mas será esta uma posição segura? Os dados apontam que não.

Comparando o quarto trimestre de 2014 e o mesmo período homólogo em 2013, constatamos que há uma redução de acessos móveis através de aparelhos Apple. Se em 2013 se registou 51,9%, em 2014 já se registou apenas 47,5%. O concorrente direto, Samsung, parece ter capturado o tráfego móvel da Apple.

Templates

No último trimestre de 2014, a Samsung foi responsável por 27,4% do tráfego gerado por equipamentos móveis. Apesar de continuar muito abaixo dos valores registados pela Apple, verifica um crescimento de 4 pontos percentuais face a 2013.

Os portugueses também gostam dos aparelhos da Sony. A marca foi a terceira com maior peso e do qual partiu 4,6% do tráfego. O crescimento, de 0,7 pontos percentuais face ao observado em 2013, foi muito menor do que o registado pela Samsung. No total, 80% do acesso móvel à Internet é realizado através de aparelhos Apple, Samsung e Sony.

LEIA AGORA OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

– Apple iPhone: Os 64 melhores aplicativos iOS de 2014

– 12 truques para quem usa o Mac da Apple

– Tem a certeza que está a usar o iPad corretamente? 

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]