Home / Casos de sucesso de Estratégia Digital /

Singles Day: Alibaba vende 14 mil milhões de dólares em 15 horas

singles day

Singles Day: Alibaba vende 14 mil milhões de dólares em 15 horas

 

No Blog Estratégia Digital já tínhamos dedicado um post a um dos maiores casos de sucesso do e-commerce: o Alibaba. Esta loja de comércio eletrónico está estruturada como muitas outras que usamos regularmente. Mesmo estando baseada na China e atuando principalmente nesse mercado, dispõe de distribuição para quase todo o mundo e apresenta um catálogo gigantesco de produtos que desde vestuário a artigos de entretenimento.

No entanto, o Alibaba tem dado que falar, uma vez que continua a registar resultados astronómicos. Segundo o diretor financeiro da Unilever, numa entrevista dada em abril de 2015, o crescimento rápido da plataforma está diretamente relacionado com a reação lenta das empresas de bens de consumo na China face às mudanças no mercado. Enquanto mercados eletrónicos como o norte-americano e o britânico estavam já em crescimento, o mercado eletrónico chinês manteve-se inalterado durante alguns anos.

O crescimento, porém, quando chegou veio para ficar. Uma análise da agência Xinhua ao mercado do comércio eletrónico chinês revelou que, em 2014, foram faturados mais de 600 mil milhões de dólares, valores que não ultrapassavam apenas os números dos EUA (390 mil milhões de dólares) e do Reino  Unido (99 mil milhões de dólares)… Mas que eram superiores à soma dos dois!

Singles Day: o significado da campanha da Alibaba

No dia 11 de novembro de 2016, a Alibaba voltou a surpreender o mundo inteiro ao bater um novo recorde. Ao lançar a campanha Singles Day – que se tornou uma tradição anual desde 2009 e se assemelha ao Black Friday – a Alibaba aplicou os melhores descontos do ano ao seu catálogo de forma a escoar stock, a registar vendas e a alcançar a satisfação do consumidor.

E a verdade é que esta iniciativa cumpriu as metas esperadas e foi mesmo além das expectativas: no total, foi gerada uma receita de 14,3 mil milhões de dólares, 60% do valor registado na campanha do ano passado. Um outro dado interessante é que em menos de um dia a Alibaba conseguiu vender mais do que muitas empresas e-commerce de mercados estrangeiros vendem num ano.

Mas será que este aumento de vendas é então um sinónimo de que a economia chinesa está a finalmente a mudar?

Não necessariamente. Muitos consumidores, ao perceberem que a economia chinesa está desacelerada, optaram por esperar pelo dia 11 de novembro – o dia do Singles Day – para fazer as suas compras e economizar dinheiro.

Os resultados do Singles Day têm crescido na China desde que a Alibaba começou a promover a campanha em 2009, e é hoje o maior evento de vendas online de todo o mundo. Em 2016, a Alibaba anunciou que contaria com a participação de aproximadamente 40 mil vendedores e 30 mil marcas, provenientes de 25 países distintos.

No total, mais de 130 milhões de cibernautas visitaram o aplicativo da e-commerce, o Taobao, para fazer as suas compras na Alibaba. Daniel Zhang, CEO da Alibaba, esclareceu à imprensa que está na hora de “o mundo testemunhar o poder do consumo chinês”. De acordo com a empresa, mais de 27 milhões de compras vieram de dispositivos móveis durante a primeira hora da campanha.

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *