Home / 7º P - Personalização /

Táticas de E-mail marketing: crie a sua própria Base de Dados

Táticas de E-mail marketing: crie a sua própria Base de Dados

 

Não vale fazer batota! Não compre listas de e-mails. Crie as suas próprias listas. Ter uma boa base de dados útil, em que grande parte dos endereços podem ser potenciais consumidores, ajuda a disseminar e a personalizar a informação que pretende consoante o público-alvo e isso é um bem precioso.

Quem utiliza e-mail marketing deve ter atenção ao spam, pois quando um consumidor sente que a comunicação de uma determinada empresa é abusiva ou intrusiva tem, normalmente, um de dois comportamentos: ou não lê as mensagens, ou então marca-as como spam. Isto é negativo porque essa informação chega aos servidores, indicando que a sua empresa é spammer e, como principal efeito, pode surgir o bloqueio na entrega de mensagens da sua empresa, mesmo para quem esteja interessado em receber o conteúdo.

É por isso que quem gere a estratégia digital deve ter respeito pela caixa de correio dos consumidores e cada e-mail deve conter unicamente informação de valor para o recetor e não propaganda pura e dura. É crucial que o consumidor fique ligado à sua marca ou empresa e não rejeite esse canal de comunicação poderoso.

Execute boas Táticas de E-mail marketing

O e-mail marketing é baseado em permissão e é importante que as pessoas queiram estar na sua base de dados. Por isso, envie apenas e-mails para pessoas que se inscreveram na sua lista e, se estas pretenderem sair, devem poder fazê-lo de forma simples e rápida.

No website da plataforma multicanal E-goi encontra vários artigos interessantes sobre este assunto.

 

LEIA AGORA OUTROS ARTIGOS INTERESSANTES SOBRE E-MAIL MARKETING:

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
Mídia Kit Blog Estratégia Digital

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]