Home / PageRank /

Técnicas SEO para melhorar a sua posição no Google

técnicas seo

Técnicas SEO para melhorar a sua posição no Google

Blog Mário Caetano

Dentro de cada página – seja ela de um post de blog ou página de venda de um website – é preciso adotar uma estratégia persuasiva que integre as melhores técnicas SEO (Search Engine Optimization). Acima de tudo, é preciso ter em mente que a persuasão só ocorrerá se forem reunidos uma série de fatores.

Mas quem decide se o nosso conteúdo merece ou não um lugar na 1.ª Página do motor de busca da Google? Pois, como seria de esperar, a resposta é óbvia: quem decide é o próprio Google. E porquê? Porque ele pode. Com supremacia total sobre todos os outros motores de busca, o Google é atualmente a página mais visitada da Internet. Como tal, cabe à gigante da Internet definir que conteúdos são relevantes.

E como é que ele faz isso? O Google tem um enorme conjunto de critérios que aplica sobre cada página para a pontuar e classificar. Estes critérios – ditados por um algoritmo que não é totalmente conhecido – são a base da classificação que determina se estamos na 1.ª Página ou se somos mandados para os “confins” da Internet.

Critérios Internos vs. Critérios Externos

Existem duas categorias de critérios de Otimização do Motor de Busca: os critérios internos, que dizem respeito à própria página; e os critérios externos, que dizem respeito ao ambiente no qual o site se encontra – a web.

Os critérios internos são como as variáveis controláveis do marketing – temos o poder de mudar quando desejarmos, portanto, são passíveis de manipulação através de técnicas SEO.

Podem ser listados como critérios internos, o título da página, as metatags, as palavras-chave contidas no conteúdo do serviço, os links internos de uma página para outra, o URL (endereço da página), a idade do domínio e vários outros, que podem estar visíveis ou não para o utilizador, mas certamente visíveis para o robot do Google.

Além dos critérios internos, mencionados anteriormente, há também os critérios externos, por exemplo: a quantidade de sites que tem links externos a apontarem para determinadas páginas dentro do site, a importância e a relevância de cada um desses links, a quantidade de pessoas que visita o site por meio da busca natural do Google.

O trabalho de Link Building visa precisamente estimular os dois tipos de critérios referidos. Mas o que fazer exatamente para conseguir um bom PageRank? Continue a ler e descubra.

Título da página

Para o Google é o título da página que resume o que é relevante naquela página. Por isso mesmo, o mecanismo de busca atribui uma alta importância para este critério. É importante que:

  • Todas as páginas do site tenham um título relevante e um título diferente com um URL amigável.
  • A palavra-chave principal de cada serviço esteja entre as primeiras palavras do título.
  • A palavra-chave que está no título da página esteja presente ao longo do conteúdo da página.
  • O ideal é que o título tenha entre 40 e 70 caracteres.

Corpo do Texto

É no texto da página que está boa parte do conteúdo que será lido e classificado pelo Google. Sendo assim, o texto de cada uma das páginas constitui uma ótima ferramenta para ser trabalhada na otimização do site. Uma vez escolhidas as palavras-chave de uma determinada página, tais palavras devem estar no título, nas metatags, nas primeiras linhas do texto e distribuídas uniformemente por toda a página. O texto dentro da página deve ser maior do que 400 caracteres.

É importante que cada página tenha palavras-chave no máximo 1 vez por parágrafo (sendo que um ou outro parágrafo pode não ter palavra-chave) e que cada parágrafo tenha de 4 a 6 linhas. Podemos utilizar sinónimos das palavras-chave, pois o Google já reconhece sinónimos e palavras afins.

Templates

MarketSamuraiBanner2

Metatags

Cada um das páginas deve ter as respectivas metatags, seguindo os melhores critérios de optimização. Cada post deve ter no seu interior as 5 melhores palavras-chave, sendo que no campo para meta-tags do blog deverão ser inseridos os 10 melhores termos complementares.

Imagens

As imagens também podem contribuir para a otimização da página. Cada imagem tem de ter um nome de arquivo igual à palavra-chave (palavra-chave.jpg, por exemplo) e pode ter uma tag alt associada, também com a mesma palavra-chave.

Uma imagem cuidada é indispensável para que o site transmita credibilidade e inspire confiança. Só reconhecendo alguma autoridade é que o utilizador será capaz de efetuar a compra.

Aplique estas técnicas SEO básicas e verá que começará a obter melhores resultados. Invista na Otimização do Motor de Busca e consiga arrecadar mais tráfego para o seu blog e website.

LEIA AGORA OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

Ainda não tens o Livro 8Ps do Marketing Digital?

O que influencia o PageRank

Os segredos por detrás do SEO

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]