Home / Produção de Conteúdos Multimédia /

5 regras a seguir para alcançar sucesso com vídeos no Facebook

vídeos no facebook

5 regras a seguir para alcançar sucesso com vídeos no Facebook

 

As redes sociais são importantes ferramentas na propagação dos nossos conteúdos e na consolidação dos resultados que esperamos atingir. Quem trabalha na Internet, seja na área do empreendedorismo ou do Marketing Digital, percebe o que estou a dizer. O Facebook, tratando-se da maior rede social do mundo, é capaz de viralizar em poucos minutos determinados conteúdos, quando estes se encontram estruturados de forma correta.

Se for agora mesmo ao Facebook e fizer scroll no feed durante um minuto, vai perceber que há certos conteúdos a registar maiores níveis de sucesso que outros. Olhe bem para o número de partilhas dos conteúdos e perceberá que os vídeos são, de longe, aqueles que melhor conseguem engajar a audiência e obter a sua partilha. Vídeos seja de que tema for: desde vídeos típicos de gatinhos, a tutoriais que lhe ensinam a fazer pratos deliciosos ou até mesmo concertos de música.

De acordo com as investigações mais recentes feitas ao Facebook, foi possível perceber que os vídeo são capazes de gerar mais envolvimento por parte do público do que apenas fotografias ou textos. De forma natural, muitas empresas começam a dar este passo na direção do audiovisual, afastando-se cada vez mais do texto para melhor conseguirem alcançar a audiência e, acima de tudo, gerarem valor junto a ela.

octosuite-instaPara todos os empreendedores que estão a olhar para as suas estratégias de comunicação e a procurar novas formas de investir, apresentamos neste artigo 5 dicas atualizadas sobre aquilo que pode fazer para adaptar os conteúdos audiovisuais ao público e melhor integrá-los nas redes sociais.

Existem várias ferramentas disponíveis no mercado para ajudar todos os profissionais nesta tarefa super importante. Destacamos naturalmente o software poderoso chamado OCTOSUITE, que permite encontrar vídeos virais em outras fanpages concorrentes do seu nicho de mercado e depois publicar facilmente nas suas páginas de fãs do Facebook.

Confira AQUI os excelentes resultados que obtemos todos os dias com o OCTOSUITE ou leia a nossa REVIEW COMPLETA SOBRE OCTOSUITE AQUI NESTE LINK.

5 regras a seguir para alcançar sucesso com vídeos no Facebook

1 – Duração dos vídeos

É necessário que se coloque no lugar do público e considere a sua própria experiência como utilizador de redes sociais. Numa realidade repleta de conteúdos e informação, e um feed constantemente a ser atualizado com novos conteúdos, é importante que tenha em mente que o sucesso está dependente do tamanho do seu vídeo, mas que quanto mais longo este for menor será a probabilidade de alcançar a audiência.

A maior parte dos utilizadores do Facebook quer conteúdo bom e rápido. Boa informação que possam consumir em 15 segundos: algo de novo, curto, mas eficaz ao ponto de ficar memorizado. Algumas redes sociais, como o Instagram, chegam mesmo a impor limites quanto à duração dos vídeos. Outras, como o Facebook, garantem-lhe mais liberdade. No entanto, é importante que diga tudo sem rodeios e mostre o essencial. O conteúdo é o que vai ditar, como sempre, o interesse e a relevância do vídeo.

Hoje assiste-se a um fenómeno muito interessante no Facebook – e de que falaremos mais uma vez neste artigo – que constitui um exemplo que incorpora todas as regras que lhe passamos com este artigo: os tutoriais de cozinha. Todos nós já vimos pequenos vídeos de 15 ou 20 segundos que nos mostram pratos maravilhosos a ser feitos: de forma simples e rápida, sem nos ocupar muito tempo, podemos estar a navegar no feed e aprender a fazer um bolo de chocolate e logo depois continuar a navegar pelo feed. É o imediatismo e rapidez que ditam o sucesso do vídeo.

2 – Sem som

Graças à reprodução automática dos vídeos (mesmo que comecem a ser reproduzidos sem som) é fácil captar a atenção do público e mante-lo preso ao conteúdo uma vez que o tenha começado a ver. No entanto, isto significa que um vídeo deve também resultar caso seja descartado o som. Cerca de 85% das pessoas vê vídeos no Facebook sem usar som.

Desta forma, é importante que as imagens falem por si mesmas, sem o auxílio de narração ou com a voz de alguém na cena. Caso contrário, pode perder o interesse do utilizador que não se dará ao trabalho de clicar no vídeo para ativar o som.

Invista em recursos que o ajudem a apresentar a mensagem sem voz: animações, intertítulos e até mesmo legendas são boas alternativas.

 

3 – Tutoriais

Os tutoriais estão a fazer muito sucesso no Facebook, como já tinha dito acima, gerando um envolvimento intenso que passa por comentar, marcar o nome de amigos para os chamar à publicação (algo que acontece cada vez mais) ou partilhar diretamente o vídeo na cronologia. E entender o sucesso deste tipo de vídeos não é difícil: as pessoas querem aprender como fazer novas coisas, querem encontrar bom conteúdo entre tanta informação e não querem passar mais do que 5 minutos a receber toda essa informação.

E a popularidade deste tipo de vídeos promete não abrandar. Segundo um estudo recente feito pelo Google, as pesquisas de vídeos de tutoriais estão a crescer numa média 70% por ano e a fazer bastante sucesso principalmente entre os millennials, que já compõem metade do mercado consumidor B2C.

De acordo com os dados levantados, aproximadamente um em cada três millennials disse ter comprado um produto a partir de recomendações ou por ter visto um tutorial na Internet, o que por si só constitui uma grande vantagem para qualquer empresa no mercado.

4 – Prenda a atenção

Este é um truque essencial, mas nem sempre fácil de alcançar: quem está numa rede social está a consumir conteúdo de uma forma rápida e automática, muitas vezes sem perceber sequer que o está a fazer. Por essa razão, precisa de atrair a atenção dos utilizadores e mostrar, logo nos primeiros 2 segundos, que vale a pena fazer a visualização.

Este é um desafio que deixamos às mentes mais criativas, mas que deve partir sempre da mensagem que queremos transmitir e da forma como o queremos fazer. Seja criativo e não tenha medo de quebrar com convenções, porque só assim conseguirá de facto captar o olhar.

Eis algumas técnicas básicas para agarrar o utilizador: comece o vídeo com uma pergunta em texto, com uma imagem curiosa ou até mesmo trabalhando as cores.

5 – Boas descrições

Um vídeo nem sempre vive de si mesmo: é muito importante que trabalhe também o copywriting, nomeadamente a descrição que acompanha o vídeo. Se o vídeo está relacionado com algum produto ou serviço, recomendamos que insira na descrição o link que aponte para a página de venda do produto

Deve ainda considerar que a descrição é quase como uma segunda âncora para agarrar o utilizador: com a questão da reprodução automática sem som, muitas pessoas, ainda que atraídas pelo vídeo logo nos primeiros segundos, acabam recorrendo à descrição para entender do que se trata o conteúdo e ver se realmente vale a pena assistir. Dê-lhes em texto um motivo para continuar a ver o vídeo mas lembre-se: não caia no erro de escrever textos muito longos que abafem por completo o vídeo. Duas linhas, no máximo, é o recomendado.

Para aprender mais sobre edição de vídeo, recomendamos que leia o nosso artigo 10 cursos para aprender a editar filmes e vídeos

Clique AQUI e confira ainda mais FERRAMENTAS DE MARKETING DIGITAL NESTA PÁGINA COM LISTA.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
8ps

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]