Home / Aplicativos /

WiFi: como saber se alguém está a usar a minha Internet?

rede wifi

WiFi: como saber se alguém está a usar a minha Internet?

 

A Internet está cada vez mais presente no nosso dia-a-dia: está em nossa casa, nos nossos smartphones e até mesmo nos autocarros. Mas enquanto por um lado isso prova o quão digital a nossa realidade está, isso significa também que estamos mais vulneráveis a certos riscos. Muitos de nós que contam com serviços de Internet em casa – isto porque é raro já encontrar um local de trabalho sem ligação à Internet – tornam-se especialmente em certos alvos por parte de “parasitas” que não têm acesso à rede e se ligam à sua.

Se sente que alguém está a roubar a sua Internet através de uma ligação sem fios, esperamos resolver esse problema neste mesmo artigo. Após apresentarmos alguns sinais que podem indicar se está ou não a ser alvo de um “roubo” digital, apresentamos uma solução.

Sem mais delongas, prosseguimos para o artigo.

WiFi: como saber se alguém está a usar a minha Internet?

1 – Porquê suspeitar?

O primeiro indicador de que a sua rede de wifi pode estar a ser roubada é o que notará mais facilmente: se a Internet ficar mais lenta em certos períodos do dia horas ou se ficar lenta de forma recorrente é porque poderá estar a ser usada por mais do que um utilizador.

Um outro sinal pode vir diretamente do modem: se desligar completamente todos os dispositivos sem fio de sua casa, e uma das luzes, a destinada ao wifi (às vezes indicada como WLAN) continuar a piscar, é possível que o furto esteja a ocorrer.

2 – Quem é o ladrão?

Se a suspeita já existe, é preciso descartar possibilidades. Para o fazer, especialistas recomendam instalar no computador, smartphone ou tablet um programa ou aplicativo que mostre os dispositivos conectados à rede.

Existem várias opções gratuitas, como o Fing, para Android e iOS e ainda o IP Network Scanner para o iOS.

Também há opções para computadores fixos: Angry IP Scanner ou Wireshark para várias plataformas e Wireless Network Watcher e Microsoft Network Monitor para os dispositivos com o sistema operativo da empresa de Bill Gates.

Todos os softwares mostram quantos dispositivos estão ligados à sua rede sem fio, cada um identificado com um endereço IP. Se o aplicativo ou programa escolhido indicar que há mais dispositivos conectados à sua rede do aqueles que você tem, há um ladrão de wifi perto de si.

 

3 – Quando ninguém está em casa

Antes de acusar alguém, verifique todos os computadores ou smartphones ligados à sua rede. Os programas e aplicativos citados acima detetam possíveis intrusos na sua rede wifi, mas apenas se estiverem a usar a sua rede ao mesmo tempo. Todavia, há formas de se saber se alguém se ligou ao wifi enquanto não estava em casa.

Para isto, precisa de uma informação do modem: o endereço IP, composto por uma série de números separados por pontos, de três em três.

É possível encontrar este número no modem ou no próprio computador. Se tem um Mac, basta clicar no ícone de wifi e ir até à opção “abrir centro de redes e recursos compartilhados” no menu, deve seleccionar “conexão de área local” ou “conexão de rede sem fio”. Indo até “detalhes”, terá então acesso a uma janela onde encontrará o endereço IP identificado como “porta de link predeteminado IPv4″.

Se o seu computador é Windows, vá até “Pesquisa” e digite o código “ipconfig/all”, depois “conexão LAN sem fio” e, por último, “endereço físico”. Graças a este passo simples, poderá obter o endereço de modem.

De seguida, precisa apenas de colocar este número no seu navegador web, para que desta forma possa aceder à rede. Após escrever a senha, vai receber um registo das ligações feitas até à data na sua rede wifi.

4 – Proteja a sua rede

Talvez tenha deixado a sua rede sem fio aberta para que todos os membros da família se possam ligar. Existe ainda a possibilidade de que o tenha feito por mero descuido… ou então existe também a opção de que algum vizinho tenha usado uma aplicação para descobrir as suas senhas de wifi.

Nesse caso, o primeiro passo a dar, e aquele que é mais lógico, é a mudança de senha de acesso ao wifi. Recomendamos que escolha uma senha mais complicada.

Seja como for, ter um intruso na sua conta wifi pode causar mais problemas do que pensa. Estes intrusos podem ter acesso a informações armazenadas nos computadores ligados à rede e, em casos mais extremos, podem cometer um crime em seu nome, como por exemplo descarregar pornografia infantil.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
OCTOSUITE

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]