Home / Jornalismo Digital /

As novas habilidades exigidas dos jovens profissionais para o novo normal

As novas habilidades exigidas dos jovens profissionais para o novo normal

 

São Paulo, SP 11/8/2020 – Com vagas mais concorridas do que as melhores universidades do país, conseguir alcançar uma vaga de Trainee acaba exigindo dos candidatos uma boa preparação.

Como o mercado de trabalho pós-COVID19 vai selecionar os melhores candidatos? Análise das mudanças causadas no processo seletivo das grandes empresas para os processos de trainee.

A quarentena provocada pela pandemia de Covid-19 vem causando diversas transformações no mundo do trabalho. E o home office que surgiu como medida temporária de distanciamento social vem se tornando definitiva para novas contratações. No momento em que a economia precisou sair das ruas, a internet passou a abrigar do e-commerce ao balcão da padaria e o delivery virou a regra. Isso incentivou contratações em alguns setores enquanto outros se viam diante da crise, o que só mostra que a transformação digital veio para ficar.

Com relação a isso, pesquisa feita pela consultoria Deloitte com 662 empresas, realizada entre abril e maio deste ano, aponta que para 60% dos entrevistados a maior preocupação no pós-pandemia é com relação a mudanças no modelo de trabalho e da cultura organizacional.

Nesse momento de distanciamento social, o importante para empresas é usar a tecnologia para aumentar a proximidade entre funcionários e com clientes. Segundo relatório da consultoria KPMG, ter visão omnichannel, adaptação rápida a mudanças, colocar o cliente como centro das decisões e ampliar o diálogo o público são essenciais para a adaptação dos negócios aos novos tempos.

 

E um dos impactos que a transformação digital vem causando é com a exigência de muitas empresas de que os candidatos morassem na mesma cidade ou próximo ao local de trabalho. Em busca de talentos fora do Sudeste, a Unilever abriu programa de estágio 100% digital com foco no desenvolvimento do seu e-commerce, o que vai permitir contratar estagiários que antes só vinham a possibilidade de contato com a marca enquanto consumidores e que agora, com a pandemia, têm a chance de chamá-la de lugar de trabalho mesmo que de casa.

Essa nova possibilidade de trabalho também acaba exigindo dos jovens profissionais a habilidade de desenvolver e manter rotinas para manter a produtividade mesmo em circunstâncias novas e adversas.

 

Um exemplo disso ocorre com a preparação para processos seletivos para Trainee. Com vagas mais concorridas do que as das principais universidades do país, conseguir alcançar uma vaga de Trainee acaba exigindo dos candidatos uma preparação de alto nível para aqueles que querem ganhar até 7 mil reais por mês e abrir as portas de uma carreira sólida em uma grande empresa.

Segundo Kemil Jarude, Managing Director da TotalPrep Brasil, consultoria especializada na preparação de candidatos para MBA em universidades mundialmente conhecidas como Harvard, NYU, IESE, Columbia, dentre outras e que também prepara candidatos a Trainee com foco em Raciocínio Lógico, o grande desafio para o candidato é desenvolver uma rotina de treinos que permita o jovem a desenvolver o que se espera de quem é aprovado bem como identificar seus pontos fortes e fracos para saber quais habilidades podem colocá-lo em destaque na visão dos avaliadores.

Ele ainda conclui “as empresas procuram jovens profissionais que sejam capazes de resolver problemas, no final das contas. Saber identificar padrões é uma habilidade essencial neste momento e que tanto auxilia no desenvolvimento da autorresponsabilidade com as rotinas e permite absorver o conhecimento de forma mais eficiente. Por isso, damos um enfoque no Raciocínio Lógico como a base do nosso treinamento por sabermos que é justamente isso o exigido pelas melhores escolas de negócio do mundo e que trazemos isso para o treinamento dos mais jovens”.

Essa parece ser uma necessidade que será cada vez mais exigida dos jovens profissionais. De acordo com um estudo do Centro de Inovação da FGV-EAESP apontou que 56% dos entrevistados indicaram como maior desafio do home office é manter uma rotina de trabalho equilibrada. Olhando para essa constatação, o desenvolvimento de habilidades focadas em raciocínio lógico pode ser uma saída não só para quem quer se acostumar melhor com a nova realidade do home office como também para quem quer ter as melhores condições de ocupar os postos de trabalho que surgirão deste novo normal.

Website: http://www.totalprepbrasil.com.br

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]