Home / Empreendedorismo /

Bitcoin ganha espaço como principal moeda do entretenimento digital

Bitcoin ganha espaço como principal moeda do entretenimento digital

Share this article

site auditing tools     

Os jogos online, os serviços de streamings e as redes sociais estão a ganhar cada vez mais espaço na rotina das pessoas. Segundo dados oficiais da União Europeia, mais de 74% dos europeus consomem alguma forma de entretenimento digital diariamente. Isso abriu caminho para que algumas inovações ganhassem espaço.

É o caso da Bitcoin, a criptomoeda mais popular do mundo e que está a transformar-se no numerário oficial dos sítios web e plataformas focadas no entretenimento digital.

Por exemplo, a Bitcoin é uma das poucas moedas digitais aceitas nos casinos online disponíveis em Portugal. A Unique Casino e a Spin Samurai, duas plataformas presentes na lista dos melhores casinos em 2021, oferecem como opção o pagamento via essa criptomoeda. Essa opção faz com que os apostadores tenham maior facilidade em colocar créditos, e possam até mesmo aproveitar free spins e outro bónus para se apostar com o poker, com o blackjack e também com a interactividade das slots machines online.

Além dos jogos de casino, os videojogos também podem ser usados como exemplo pelo maior uso da Bitcoin. Desde 2016, a plataforma Steam recebe pagamentos da criptomoeda pelo serviço BitPay. Algo que a Epic Games e a Origin também começaram a fazer recentemente.

Isso fez com que toda a indústria de games começasse a colocar a criptomoeda criada em 2009 como referência neste mercado. Actualmente, jogos como Free Fire e PUBG também abrem caminho para quem usa bitcoin como forma de pagamento.

Em Portugal, a moeda também ganha espaço neste mesmo sector. Isso explica o motivo do Banco de Portugal ter comentado sobre a Bitcoin nos últimos meses. A instituição tem-se mostrado activada quanto ao assunto, e muito pela promessa da moeda digital continuar a ganhar espaço no campo do entretenimento. O digital continua a ser o principal setor, mas outras áreas também seguem pelo mesmo caminho.

Streamings e redes sociais

No entretenimento digital, os serviços de streaming são os que mais crescem em toda a Europa. A chegada da Disney Plus e da HBO Max, por exemplo, deve reforçar ainda mais a audiência deste sector. O sítio web do Jornal Económico aponta que 74% dos europeus consumiram conteúdos através das plataformas e serviços de streaming em 2020. Uma taxa que tem aumentado nos últimos anos, e deverá aproximar-se dos 80% até o final de 2023.

50% of your traffic is mobile - is your WordPress website ready?
 

A Bitcoin também beneficia-se desse crescimento, pois algumas plataformas permitem que a moeda seja utilizada pelos utilizadores para realizar uma assinatura. O cartão presente da Netflix, por exemplo, pode ser comprado com a criptomoeda. Enquanto isso, desde o início do ano, começaram a surgir alguns rumores de que a Amazon vai aceitar a Bitcoin como opção de pagamento na Prime Video. Essa seria uma ação importante, e que causaria um grande impacto.

Algo que também acontece com as redes sociais, principalmente se olharmos para o Facebook. A rede controlada por Mark Zuckerberg facilita o uso da Bitcoin em diferentes formas na rede, e inclusive tem investido na criação da própria criptomoeda da empresa. A ideia é repetir o sucesso que a Bitcoin conseguiu recentemente, quando ultrapassou os 50.000 dólares como máximo histórico.

Além do entretenimento

O próximo passo da Bitcoin, e também de outras moedas digitais, é expandir para quase todos os mercados. A valorização pelo lado económico faz com que diferentes sectores comecem a olhar essa forma de pagamento como viável. Algumas lojas virtuais, e quase todo o e-commerce, estão desde 2018 abrindo caminhos para que essas criptomoedas possam ser usadas nas compras.

Isso é algo que tem sido feito com grande cautela, principalmente na Europa. O Banco de Portugal tem realizado diversas discussões sobre o assunto, enquanto outros países estão a estudar a melhor forma de colocá-lo em prática. Esse que parece ser o caminho para que as moedas digitais consigam maior espaço entre as pessoas, inclusive em actividades que muitas vezes não pareciam tão conectadas às inovações.

O entretenimento digital é um dos mercados que mais cresce em Portugal, na Europa e em boa parte do mundo. Por isso, o crescimento da Bitcoin como moeda oficial desse mercado tem um grande potencial para o futuro. A valorização nos últimos anos conseguiu mostrar que a criptomoeda é uma inovação que deve causar impactos positivos na economia, e repetir o sucesso que tem com os jogos de casino e com os videojogos.

 

Fonte da imagem de capa: Unsplash

POSTS RELACIONADOS

 

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *