Home / Tecnologia /

Ouvir música no trabalho aumenta a produtividade?

música

Ouvir música no trabalho aumenta a produtividade?

E-Goi

A pergunta que dá título a este post atormenta tanto trabalhadores como empregadores: afinal de contas, devemos ou não ouvir música enquanto trabalhamos? Neste post, procuramos encontrar a resposta a esta questão.

As opiniões costumam dividir-se quando não se sabem os factos. Há quem considere que ouvir música provoca distração, que dificulta a concentração, que as tarefas não saem tão bem como seria de esperar e que é mesmo um sinal de má educação por se isolar de todos ao colocar phones nos ouvidos.

Por outro lado, há fortes apologistas de que música e trabalho não só coexistem como se ajudam entre si: aumento de produtividade e alívio do stress estão no topo da lista das muitas vantagens desta parceria. A pergunta que resta então é: qual destas versões está certa?

Viramo-nos para a ciência para encontrar uma resposta lógica para o problema. De acordo com vários estudos ao ser humano, está comprovado que ao ouvir música uma parte do cérebro chamada núcleo accumbens é ativada e estimulada. O que é isto do núcleo accumbens de que provavelmente nunca ouviu falar? Basicamente, é a região cerebral responsável pela libertação de um neurotransmissor conhecido como dopamina ou também o “químico do prazer”.

Assim, sempre que está a ouvir uma playlist e encontra uma música fantástica, daquelas que o deixam com uma enorme vontade de cantar, é libertada uma maior quantidade deste neurotransmissor. O grande potencial passa então por usar isso em nosso favor e aumentar a produtividade no trabalho, tendo em conta todo o processo que o neurotransmissor provoca no nosso organismo.

banner-slider-musicas

Tarefas longas, aborrecidas e automáticas

Se tem em mãos uma tarefa longa e aborrecida, um pouco de música pode ser o segredo para ganhar um pouco de motivação. É isto o que diz um estudo publicado na revista Neuroscience of Behavior and Physiology: as pessoas cometem menos erros, trabalham mais rapidamente e o tempo parece passar mais rápido quando está acompanhado de música.

Além disso, a capacidade de uma pessoa para interpretar imagens, letras e números aumenta. Música clássica e rock são os géneros que, apesar de muito distintos, mais ajudam nestes casos.

Adeus ao stress

Há momentos de stress no trabalho: prazos para cumprir, tarefas que correram menos bem e que precisam de ser corrigidas ou imprevistos que lhe caem na secretária à última hora. Antes de entrar em pânico, coloque os phones e defina uma playlist que o ajude. Seja rock, metal, pop, clássica: qualquer música pode ajudar desde que o deixe motivado e tranquilo. Pense sempre que a ideia é estimular o cérebro e o químico do prazer.

Concentração e Música clássica

O mito de que concentração não combina com música é falso. No entanto, não convém ouvir qualquer tipo de música. Uma vez mais, a ideia é estimular o cérebro e estimular a libertação de dopamina. Contudo, um excesso de dopamina no organismo pode sim deixá-lo mais distraído. Porquê? Muitas das vezes, por causa da letra da música e dos ritmos acelerados e ritmados que dão vontade de mexer. A solução passa então por ouvir música sem voz, que aposte mais nos instrumentais.

Mídia Kit Blog Estratégia Digital

Um remédio para bloqueios criativos

Quantas vezes de confrontou com bloqueios criativos? Aquela página em branco aberta no ecrã do seu computador? Para solucionar este problema criativo que nos atormenta sobretudo nas horas de maior cansaço e saturação, recomendamos que ouça o som de um café. De acordo com uma investigação do Journal of Consumer Research, não há melhor estímulo criativo do que o som ambiente de um café.

Não, não precisa de ir para o café da esquina durante a sua hora de expediente. Para desbloquear o seu talento dirija-se ao website Coffivity e tenha o seu ambiente de café em qualquer lugar.

Quando não deve ouvir música

Segundo um estudo da Universidade de Gales, não devemos ouvir música quando estamos prestes a ler um documento importante. Os resultados tiveram em conta vários participantes divididos em dois grupos: o primeiro grupo, que tinha de decorar uma sequência de sons e números, teve mais dificuldade ao fazê-lo porque tocava música ambiente. Assim, o silêncio é a escolha mais acertada se está a ler algum documento importante no trabalho.

Atenção: neste caso falamos da leitura e interpretação de documentos e não de tarefas difíceis. Na verdade, a música é um ingrediente muito importante para o sucesso de certas tarefas: cirurgiões de renome em todo o mundo já assumiram que as operações são mais rápidas e melhor sucedidas quando há música à mistura.

LEIA AGORA MAIS ARTIGOS INTERESSANTES RELACIONADOS COM ESTE POST:

 30 livros sobre Conteúdos Multimédia

 9 Cursos sobre Produção de Conteúdos Multimédia

 Conteúdos, conteúdos e mais conteúdos

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]