Home / E-mail Marketing /

10 dicas para aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails

aumentar a taxa de abertura

10 dicas para aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails

AdobeStock

No blog Estratégia Digital já falamos dos vários aspectos do e-mail marketing. Este é um dos canais de marketing direto com melhores taxas de eficácia, uma vez que nos permite fazer chegar continuamente mensagens aos nossos subscritores, manter uma relação de qualidade com os mesmos e continuar a fornecer-lhes conteúdos de valor.

Todos os dias, especialistas da área do Marketing Digital continuam a desbravar novos conhecimentos sobre e-mail marketing. Mesmo para aqueles que estão agora a começar um projeto digital e a criar bases de dados, recomendamos a aplicação desta estratégia para conseguir potenciar os seus resultados de forma rápida e, acima de tudo, barata.

No entanto, é normal que se confronte com um problema que atormenta muitos profissionais: como aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails? A abertura dos seus e-mails está diretamente relacionada com o assunto que coloca no e-mail e com a hora em que tal e-mail é enviado. No entanto, é o assunto que realmente convence o subscritor a abrir a sua mensagem ou não.

Nos próximos parágrafos apresentamos 10 dicas para aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails. Trata-se de dicas muito simples e de fácil aplicação que vão melhorar os seus conteúdos e contribuir para o aumento da taxa de abertura.

10 dicas para aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails

  1. Minimalismo

No e-mail marketing, menos acaba por ser mais. Não é uma frase longa que vai aumentar as suas hipóteses de que o subscritor abra o e-mail. Um título de email que vá direto ao ponto poderá ser uma das melhores estratégias para conseguir a abertura da mensagem. Entretanto, frases que tentem levantar o suspense como “Não vai acreditar no que está neste texto” vão apenas deixar o subscritor desinteressado. Coloque-se na posição de quem recebe o e-mail e perceberá rapidamente rapidamente que minimalismo é um ingrediente importante.

  1. Incompletos

Noutros casos, pode tentar apelar à atenção do subscritor aguçando a sua curiosidade. No entanto, precisa de pensar bem em como vai gerar tal curiosidade. O que sugerimos é que seja minimalista e muito em breve, terminando o assunto do e-mail com reticências. Alguns dos melhores exemplos passam por “Tinha de o avisar sobre isto…” ou “Não acredita no que aconteceu…”. Experimente usar estratégias semelhantes no assunto dos e-mails e compare os resultados alcançados usando testes A/B.

  1. Listas

Se há algo de que as pessoas gostam é de listas. As listas acabam por resultar melhor do que outros conteúdos porque permitem a qualquer pessoa conferir rapidamente o teor de uma mensagem. Obviamente, é muito fácil trabalhar o assunto da mensagem, bastando para isso apostar em exemplos como: Confira os 25 melhores álbuns de Metal, 10 piores filmes do ano ou 3 aplicativos para gerir as redes sociais.

  1. Perguntas

Outro método muito conhecido passa por enviar um email com uma questão sobre um determinado assunto. Ao ler a pergunta, o leitor vai perceber rapidamente a resposta que está no conteúdo do email, sentindo-se compelido a abrir a mensagem para saber a solução ao problema apresentado.

Templates
  1. Testemunhos

O poder da recomendação é crucial no mundo da comunicação. Assim, porque não usar os testemunhos de clientes satisfeitos para chamar a atenção de potenciais consumidores? Uma técnica muito simples, mas que gerará valor.

  1. Urgência

Vai lançar uma promoção relâmpago? Então invista no carácter de urgência ao escrever o assunto do e-mail. Ainda assim, tenha cuidado porque esta é uma faca de dois gumes: usada de maneira errada esta estratégia pode afastar o leitor, transmitindo a ideia de que o remitente está desesperado. Bons exemplos passam por assuntos como: “20% de desconto SÓ HOJE na nossa loja” ou “Promoção relâmpago durante todo o dia!”. Procure delimitar temporalmente o conteúdo da mensagem para obter melhores resultados.

  1. Tutoriais

Tal como se sucede com listas numeradas, enviar tutoriais através de email marketing também pode render um bom número de cliques. Através de email, o utilizador pode começar imediatamente a aprender. E, como o propósito de informar fica claro desde o início, a hipótese do e-mail ser aberto aumenta rapidamente.

  1. Anúncios

Não é de admirar que a primeira função de email marketing tenha sido o envio de anúncios, aplicando ao meio digital a modalidade publicitária que já acontecia no correio tradicional. Apesar da evolução e expansão do conceito, os anúncios nunca deixaram de ser relevantes. Novos produtos, descontos, liquidações devem continuar a fazer parte do assunto dos seus e-mails.

  1. Personalização

Sabia que ao personalizar as suas mensagens vai aumentar a probabilidade de que sejam abertas? Grandes revendedoras como a Amazon, por exemplo, usam um código para que o nome e sobrenome do cliente apareçam na parte final do título do email. É um truque simples, mas que acaba por tocar diretamente o subscritor e demonstrar alguma relevância.

  1. Apresentação negativa

Por fim, sugerimos que aposte numa apresentação negativa no assunto do e-mail. Surpreendentemente, a maioria dos cérebros humanos possui um foco no negativo e isso pode ser usado a seu favor. O conteúdo em si não precisa de ser negativo, mas um NÃO no assunto pode atrair a atenção do subscritor.

Utilize a ferramenta de e-mail marketing AWeber para programar a sua lista de subscritores!

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]