Home / Estratégia Digital /

Os videojogos continuam a quebrar recordes e facturar muitos milhões!

Os videojogos continuam a quebrar recordes e facturar muitos milhões!

    

Você sabia que os videojogos geram 3 vezes mais dinheiro do que a indústria do cinema? Ambas as indústrias atingiram picos em 2018: Hollywood atingiu US$ 41,6 mil milhões, enquanto os videojogos ascenderam aos US$ 134 mil milhões!

Há uns tempos, a Netflix afirmou que não tinha dúvidas que os seus maiores concorrentes não eram a HBO ou a Disney. Quem era então apontado pelo gigante do entretenimento como o principal concorrente? O jogo Fortnite!

Isto porque a indústria dos videojogos ocupa a maior fatia do entretenimento mundial. Por outro lado, os conteúdos streaming, que corresponde à categoria à qual a Netflix pertence, está somente em sexto lugar entre os maiores do entretenimento.

Neste momento, seguindo uma tendência dos últimos anos, a indústria dos videojogos parece ser imbatível. Apenas em 2018 os jogos eletrónicos atingiram o seu maior nível na história, gerando lucros na ordem dos US$ 134 mil milhões em todo o mundo.

Nos Estados Unidos da América circularam nesse negócio US$ 43,4 mil milhões. O crescimento foi de 17% em relação a 2017, sendo por isso considerado o maior crescimento dos últimos anos.

Já em 2019, os resultados repartiram-se com a indústria dos videojogos a gerarem enormes lucros, movimentando verdadeiras fortunas. Nesse ano, os jogos de consola como Call of Duty, Red Dead Redeption 2, Spider-Man e Smash Ultimate lideraram as listas de mais vendidos, sendo de assinalar ainda que o mercado de software registou uma subida de 18% em relação ao ano anterior!

 

Videojogos: Divertimento vs lucros

Se é verdade que para a maioria das pessoas o objetivo principal de jogar videojogos é o divertimento, também é inquestionável que muitos jogadores procuram obter lucros quando jogam. Em alguns casos este divertimento já se tornou uma profissão capaz de deixar os jogadores milionários.

Por isso mesmo têm crescido ofertas criativas neste mercado, como aquelas que permitem contratar jogadores de topo para jogarem em nome de outras pessoas, de forma a gerar lucros gigantescos com os videojogos. Se não acredita, então veja com os seus próprios olhos: pesquise no Google pela expressão “lol boosting” e irá ver os resultados!

Sim, correspondem a sites que proporcionam aos jogadores a contratação de especialistas para melhorarem as suas performances! Incrível!

Hardware sempre a subir

Como seria de esperar perante os números apresentados em cima, a venda de consolas de videojogos também aumenta de ano para ano. Num mercado inundado por novos periféricos, como aparelhos VR e consolas baratos como a SNES Classic e a PlayStation Classic, o mercado de hardware cresceu 15%.

O Nintendo Switch foi o aparelho mais vendido do ano, tornando-se a consola que vendeu mais rápido nesta geração. No total, cerca de 22 milhões de pessoas já compraram um Switch no mundo.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Share this article

Comentários

    Deixe um comentário

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    [instagram-feed]