Home / Casos de sucesso de Estratégia Digital /

Jeff Bezos: as 3 razões por detrás do sucesso da Amazon

Jeff Bezos: as 3 razões por detrás do sucesso da Amazon

 

Ao falarmos de comércio electrónico precisamos sempre de citar o maior gigante deste universo: a Amazon.com. Reconhecida atualmente como a  maior loja online de todo o mundo, vende tudo e mais alguma coisa desde livros, peças de roupa, telemóveis e brinquedos a vinho, streaming de filmes e séries e produtos para casa.

No entanto, como é que um embrião nascido em 1994, quase a acompanhar o nascimento da Internet como a usamos hoje, se cresceu e capitaliza hoje mais de 132 mil milhões de dólares?  A resposta para o sucesso manteve-se oculta durante muito anos por Jeff Bezos, o criador e CEO da Amazon. No entanto, recentemente foram dadas algumas luzes quanto ao tipo de caminho que a multinacional seguiu para chegar onde está hoje.

Em setembro de 2013, quando o Washington Post foi comprado pela Amazon.com, Jeff Bezos admitiu que esperava aplicar ao jornal os mesmos princípios que tinham fundamentado a loja online durante os anos que passavam. Basicamente, eram três ideias.

Print

Amazon: Os 3 pilares do sucesso, segundo Jeff Bezos

1 – Colocar o cliente em primeiro lugar

Em 1994, quando a Amazon.com foi lançada, estava tudo preparado em função do cliente: carrinhos de compras, confirmação de e-mail, informação detalhada sobre o envio da encomenda… No entanto, e embora a maioria não saiba, persistia um grande problema: a Amazon não conseguia responder corretamente a todas as encomendas uma vez que os armazéns de onde os produtos eram enviados não pertenciam à empresa.

Como resolver o problema? A resposta é mais óbvia do que parece: adquirir esses armazéns e otimizar o envio das encomendas, para que nenhuma falha seja admitida. E foi exatamente isso que a Amazon fez, preocupando-se sempre em colocar o bem-estar do cliente em número 1.

Graças a toda esta dimensão e eficiência, a Amazon passou a ser capaz de comprar produtos a um preço muito baixo e em vez de aumentar o preço para os clientes, de forma a gerar lucro, manteve os preços acessíveis, tirando um pequeno lucro. Assim, a Amazon continua hoje a ser líder de vendas e a capitalizar milhares de milhões de dólares.

2 – Inventar

A Amazon.com tem dado provas também de que o sucesso é algo constante, que merece cuidados continuados, especialmente no que toca à criação de produtos. Apesar de ter provado que o sistema inicial seria bem-sucedido, a Amazon não se deixou ficar por aí e continuou a inventar, procurando sempre ser mais e melhor.   Foi assim que surgiu, nos últimos anos, uma gama variada de produtos Amazon.   O Kindle – uma espécie de tablet para ler livros – causou furor e inspirou a criação de outros dispositivos para a leitura de e-books. O serviço Amazon Prime Instant Video – um serviço de streaming para ver filmes e séries, que aproveita o declínio da TV e o crescimento de outros dispositivos para o consumo de conteúdos audiovisuais.   E, claro, o AmazonFresh: o serviço lançado pela Amazon em 2012, que leva a sua casa todas as mercearias de que precisa em menos de vinte e quatro horas.

 

3 – Ser paciente

Paciência é o último ingrediente desta fórmula de sucesso. Para chegarmos ao topo, precisamos de escalar a montanha mas esse não é um percurso que se faça de um dia para o outro. É preciso ter paciência, encarar os desafios, superar os obstáculos. Jeff Bezos nunca esperou ter sucesso à primeira.

O sucesso, compreendeu Jeff Bezos desde muito cedo, não parte de ter uma ideia mas sim de alimentar essa ideia com o passar do tempo, saber manter o interesse, aprender para a melhorar.

Para conteúdos novos e exclusivos relacionados com livros e literatura, visite o blog Mundo de Livros. Conheça ainda uma lista de livrarias online, como é o caso da Amazon, para que possa comprar os seus livros aos melhores preços.

LEIA AGORA OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

– 1, 7 Milhões de portugueses usam Internet para viajar 

– E-Commerce: Um fenómeno cada vez mais português

– Há cada vez mais portugueses a usar o homebanking

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
8ps

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]