Home / Comércio Eletrónico /

Qual o futuro do e-commerce? As tendências para 2015

Qual o futuro do e-commerce? As tendências para 2015

 

Não há dúvidas, o comércio eletrónico é uma aposta segura para o futuro. Com o crescimento da Internet são cada vez mais as empresas que vêm esta alternativa para ganhar dinheiro. As informação não mentem: só no primeiro trimestre de 2014, verificou-se um aumento de 80% do número de pessoas que compra pela Internet.

Tecnologia e informática são os produtos mais comprados, sendo que também se estão a verificar mudanças nos comportamentos. Uma fatia cada vez maior dos das pessoas que fazem compras online utiliza o telemóvel para adquirir o produto ou serviço.

Dados da Associação da Economia Digital (ACEPI) revelaram que o e-commerce já representa 1,5% do Produto Interno Bruto em Portugal, o equivalente a 2,4 milhões de euros, gastos por um total de cerca de 2,7 milhões de internautas.

Se do lado do consumidor a vantagem está no conforto e na possibilidade de adquirir produtos de qualquer parte do planeta, no caso das empresas portuguesas os benefícios estão no potencial do mercado português e no facto de não ser preciso investir em estruturas físicas, como lojas ou armazéns.

De portas abertas para o mundo, as lojas online são uma boa aposta para 2015. Leia este artigo até ao fim e descubra as principais tendências de comércio eletrónico. Afinal, qual o futuro do e-commerce?

O futuro do e-commerce

Certificado SSL

Se ainda não utiliza o certificado SSL no seu website de comércio eletrónico, pois está na altura de o utilizar. A certificação ajuda a garantir que o seu site é seguro, fator reconhecido como o Google como diferenciador. A sua utilização juntamente com um bom trabalho de SEO farão com que a sua página seja encontrada nos primeiros lugares do motor de busca Google.

Pequenas e Médias Empresas

2015 será o ano das Pequenas e Médias Empresas (PME). Reconhecendo o potencial da Internet, são muitas as que decidem dar o primeiro passo em frente e criar um website. A quantidade de recursos disponíveis no mercado e a facilidade com que é possível criar uma loja online faz com que o cenário seja cada vez mais atrativo.

Marketing para E-commerce: Conteúdo

O Marketing de Conteúdo não é uma novidade, mas a verdade é que são cada vez mais aqueles que acreditam neste tipo de estratégia. A aposta deve ser feita não só do ponto de vista da venda, mas também através da criação de conteúdo informativo e educacional, orientado para o consumidor.

Sites para smartphone

 

Como referimos, os utilizadores da Internet usam cada vez mais os telemóveis e tablets para fazer as suas compras online. Como tal, na altura de criar um website é necessário testar a sua funcionalidade nos vários dispositivos. Também o design deve ser adaptado de acordo com esta tendência.

Análise de dados e métricas

Não basta ter um site e esperar que as encomendas cheguem. É necessário saber por onde chegam, qual a nacionalidade do comprador e quanto tempo foi perdido dentro de uma determinada página. Só desta forma é que poderá conhecer a evolução da sua empresa e tomar ações estratégicas para o seu site de e-commerce.

Redes Sociais

A tendência é de 2014 e continua em 2015. Salientamos, no entanto, que deverá escolher as redes sociais de acordo com o seu nicho de mercado. Se possui um negócio B2B a aposta mais forte deverá ser feita em redes profissionais, como o LinkedIn. Se, por outro lado, possui um produto informal voltado para o consumidor, procure redes como o Pinterest ou o Instagram.

LEIA OUTROS ARTIGOS RELACIONADOS NO NOSSO BLOG:

10 Erros que não pode cometer se fizer vendas pela Internet

Top 10 de templates de e-commerce para WordPress

E-Commerce: um fenómeno cada vez mais português

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
8ps

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[instagram-feed]